Publicidade Topo

notícias

PRF prende dois homens por tráfico de drogas em Irati

Policiais localizaram mais de 45 quilos de maconha dentro de veículo abordado na BR-277, em Irati

Foto: PRF/Arquivo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) localizou 45 quilos e 500 gramas de maconha em um veículo Celta, com placas de Joinville/SC, que transitava na BR-277, em Irati, no início da noite de terça-feira, 22. O carro foi abordado no quilômetro 245 da rodovia.

O condutor disse que pegou a droga em Foz do Iguaçu e faria a entrega em Joinville/SC. O motorista e o passageiro foram presos em flagrante por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Os dois homens, o carro e as drogas foram encaminhados para a Delegacia de Irati.

Ainda em Irati, um homem ameaçou agredir a vizinha com uma barra de ferro. A situação foi registrada na tarde de ontem, 23, no Jardim Planalto. A mulher disse que o vizinho chegou em casa apresentando sintomas de embriaguez e teve um desentendimento com ela. O homem ainda ofendeu a moradora com xingamentos. A mulher manifestou interesse em representar contra o vizinho. Por isso, ele foi encaminhado para a sede da 8ª Cia, onde assinou o Termo Circunstanciado. Os vizinhos foram orientados e liberados. A mulher ainda disse que é ofendida constantemente.


No bairro Rio Bonito, o proprietário de um apiário acionou a Polícia Militar depois que um homem com problemas psiquiátricos foi até o local e derrubou duas caixas de abelhas. Depois disso, o homem saiu da propriedade correndo para o mato. Ele estava com um cobertor, segundo relato do dono do apiário. Policiais realizaram buscas, mas não conseguiram encontrá-lo.

Em outra situação no bairro Rio Bonito, guardas municipais receberam denúncias que havia aglomeração de pessoas e perturbação de sossego em um estabelecimento na noite de ontem, 23. Ao chegarem no local, os guardas conversaram com os denunciantes. Porém, ninguém quis representar. Duas viaturas foram deslocadas para atender à ocorrência. Os agentes disseram que cinco pessoas estavam no local. Entretanto, a denúncia de perturbação não foi constatada. O proprietário do estabelecimento foi orientado sobre as denúncias e avisado que a viatura retornaria no local caso alguém tenha interesse de representar a situação de perturbação de sossego.