Publicidade Topo

notícias

PM de Irati prende homem que estava aplicando golpe do cartão de crédito

Duas pessoas caíram no golpe da troca do cartão na quinta-feira, 24. Homem fez saques e transferências bancárias com os dados das vítimas

Objetos que estavam com o homem detido foram apreendidos pela PM. Foto: PM/Divulgação

Um homem, de 32 anos, foi preso suspeito de aplicar o golpe da troca do cartão de crédito em Irati. Ele foi detido na tarde desta sexta-feira, 25, em um hotel no centro da cidade. Um taxista que havia realizado corridas para o homem auxiliou a Polícia Militar com informações que possibilitaram sua prisão.

Funcionários do estabelecimento indicaram o número do quarto onde o suspeito estava hospedado. Policiais foram até o local e abordaram o hóspede. Em vistoria no local onde ele estava foram encontradas sete máquinas de cartão de crédito, dois cartões de crédito, uma bolsa de viagem com pertences pessoais e uma bucha de maconha. Todos os objetos estavam dentro de uma bolsa. O homem foi reconhecido pelo taxista. Ao ser questionado sobre os golpes e os motivos de estar em Irati, o suspeito permaneceu calado. Ele foi detido e encaminhado para a Delegacia. Duas pessoas que caíram nos golpes reconheceram o autor dos crimes, que é natural de São Paulo e já tem antecedentes criminais por roubo. Segundo a Polícia Militar, não houve flagrante.


Golpes aplicados: Na quinta-feira, 24, dois iratienses caíram no golpe da troca do cartão. Os crimes foram cometidos de forma semelhante. Em uma das situações, o homem se identificou como funcionário do Banco Central e disse que os cartões da moradora estavam perto de vencer a validade. Depois disso, ele foi até a residência da vítima no bairro Rio Bonito. Ele chegou ao local em um táxi. O passageiro do carro afirmou que era funcionário do Banco Central e pegou os cartões da vítima. Posteriormente, a mulher recebeu uma ligação do gerente do banco onde possui conta informando que seu cartão foi usado para fazer algumas compras. Foram constatados dois saques e outras tentativas de compras. Depois disso, o cartão foi bloqueado.

Na outra ocorrência registrada pela 8ª Cia, o estelionatário ligou para um homem e relatou que ele havia feito uma compra. Como a vítima disse que essa informação não procedia, o golpista afirmou que precisava recolher o cartão do morador para fazer o cancelamento. Na sequência, o homem foi até a casa da vítima e pegou três cartões. O homem também chegou no local em um táxi. O morador de Irati verificou sua conta no período da noite e constatou que uma transferência bancária havia sido realizada. Foi solicitado o bloqueio das contas.

Nesta sexta-feira, 25, mais uma pessoa acionou a PM depois de receber uma ligação com número privado de um homem que se passou por funcionário de uma agência bancária. Ele solicitou que a vítima fornecesse seus dados pessoais, número de contas bancárias e senhas dos cartões. A mulher repassou dados de contas de vários bancos para o golpista. O homem teria dito que ia até a residência da moradora para buscar os cartões dela. A mulher não recebeu o homem em sua casa depois de ser orientada pela PM.