Publicidade Topo

notícias

Mulher corre atrás do pai com machado

Mulher quebrou os vidros da janela do quarto. PM foi acionada, mas a autora dos danos já havia deixado o local
Foto: Paulo Sava

Uma mulher correu atrás do pai com um machado. A ocorrência foi registrada na rua Luiz Fornazari Neto, em Irati, na manhã de sábado, 1º.

O homem ameaçado disse que a filha mora no mesmo pátio que ele. Ele ainda relatou que a filha ingeriu bebida alcoólica e estava alterada. O morador também afirmou que se fechou dentro da casa. Entretanto, a filha quebrou os vidros da janela do quarto. No momento da chegada da PM, a autora da ameaça já havia se acalmado e não estava no local. Por isso, o morador dispensou a presença dos policiais.

Em outra ocorrência em Irati, uma residência foi arrombada na rua Maria Aparecida Chuchene, na Vila Verde, no sábado, 1º. O responsável pelo imóvel disse que permaneceu ausente entre 10h30 e 14 h. Quando retornou, ele constatou que a janela dos fundos havia sido danificada e todos os cômodos estavam revirados. Dois celulares foram furtados do local. Policiais realizaram buscas, mas nenhum suspeito do furto foi localizado.


Na tarde de sábado, 1º, um condutor que não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) foi abordado no cruzamento das ruas Antonio Cavalim e Zeferino Bittencourt. Ele conduzia uma moto Yamaha Factor YBR 125, que apresentava débitos. Ela foi apreendida e conduzida para o pátio da 8ª Cia. Já o condutor foi liberado. Um outro motociclista estava no local, mas fugiu da abordagem. Ele não foi encontrado.

Um homem agrediu a ex-mulher com um soco na boca em Imbituva. A ocorrência foi registrada na tarde de sábado, 1º. A vítima, de 22 anos, disse que o agressor foi até sua casa. Depois disso, os dois tiveram uma discussão. O homem ameaçou matar a jovem e depois lhe agrediu. Em seguida, ele fugiu e não foi localizado pela Polícia Militar.

Ainda em Imbituva, um homem tentou invadir a casa da ex-mulher na rua Souza Araújo na manhã de sábado, 1º. A filha do casal relatou que os pais estão separados há mais de um ano. Ontem, o homem tentou entrar na residência forçando as portas e janelas. A filha da moradora se sentiu ameaçada, pois o pai costuma ser agressivo. A vítima disse que após a separação seu pai costuma perseguir ela e sua mãe. O homem deixou o local e não foi encontrado pela PM.

Em Guamiranga, um homem, de 27 anos, foi ameaçado na noite de sábado, 1º. Ele disse que uma pessoa foi até sua residência para conversar. Porém, o homem pegou um facão e ameaçou o morador. Ele saiu do local em um veículo Gol. Policiais realizaram buscas, mas não conseguiram encontrá-lo.

Em Ivaí, um homem sofreu um ferimento na cabeça após ser agredido na noite de sábado, 1º. A vítima recebeu atendimento no hospital Municipal. Os policiais não conseguiram conversar com o homem agredido, pois ele estava desorientado e com sinais de embriaguez. Por esse motivo, ele não conseguia se comunicar. A mãe da vítima afirmou que o filho costuma ir na casa de amigos na Vila Brasil, onde ele foi agredido. A mulher não soube informar o local onde ocorreu as agressões e quem teria atingido seu filho.