Publicidade Topo

notícias

Mulher cai no golpe do falso empréstimo e faz três depósitos na conta de estelionatário

Ao todo, mulher depositou R$ 1.048 para o estelionatário

Mulher que caiu no golpe procurou o Destacamento da PM de Fernandes Pinheiro para comunicar a situação na quinta-feira, 20. Foto: Jussara Harmuch

Uma moradora de Fernandes Pinheiro fez três depósitos totalizando R$ 1.048 na conta de estelionatários. Ela caiu em um golpe do falso empréstimo.

A mulher disse a Polícia Militar que entrou numa página do Facebook de uma empresa de empréstimos. Por meio de um link, ela foi direcionada ao whatsApp da suposta empresa, onde passou a conversar com uma pessoa. A mulher afirmou que fez um acordo de empréstimo no valor de R$ 5 mil no dia 10 de abril. Depois disso, ela foi requisitada para fazer um depósito. O golpista disse que o valor seria referente as taxas da Receita Federal.

A moradora atendeu o pedido do estelionatário e fez dois depósitos de R$ 268 e R$ 450. Já no dia 12 de abril, ela depositou mais R$ 330. Todos os depósitos foram realizados na mesma conta, totalizando R$ 1.048. Mesmo assim, ela não recebeu o valor solicitado de R$ 5 mil. Ontem, 20, a moradora de Fernandes Pinheiro procurou a PM, pois foi solicitada para fazer outro depósito de R$ 800. O golpista ameaçou a vítima dizendo que ela deveria fazer o depósito para evitar que seus benefícios sociais fossem bloqueados e também impedir que seu nome fosse incluído na base de dados da Receita Federal.


Na manhã de ontem, 20, a Guarda Municipal foi solicitada para conversar com um homem que se desentendeu com funcionários da secretaria de Saúde durante a vacinação contra a Covid-19 no pavilhão do Parque Aquático. O homem chegou ao local e disse que possui comorbidades para receber a vacina. Ele foi orientado sobre a documentação necessária para ser imunizado. Porém, relatou que tinha apenas uma receita médica. Por isso, o homem foi informado para providenciar a documentação antes de receber a vacina. Entretanto, ele não entendeu as justificativas e se exaltou. Segundo informações da Guarda Municipal, a responsável pelo setor de vacinação tentou explicar a situação várias vezes. No entanto, o morador insistia que a dose da vacina deveria ser aplicada.

Em virtude do fato, as funcionárias do setor de vacinação solicitaram a presença da Guarda Municipal, pois se sentiram ofendidas e desacatadas pelo homem, que chamava elas de incompetentes de forma ríspida. Em conversa com os agentes, o homem admitiu que estava alterado em função da pandemia e se mostrou arrependido pela sua atitude. As partes envolvidas na ocorrência foram orientadas. Já o homem foi conduzido para a Delegacia.

Ontem, 20, a Guarda Municipal também realizou fiscalizações após receber várias denúncias de aglomerações e de estabelecimentos que descumpriam as determinações do novo decreto que entrou em vigor, que estabelece funcionamento somente de atividades essenciais nos próximos 14 dias. Nos locais que foram constatadas irregularidades, os agentes realizaram orientações e tomaram as medidas necessárias. “Proteja a si mesmo e as pessoas ao seu redor, tomando as precauções apropriadas, para evitar a propagação da Covid-19, use máscara, lave suas mãos com frequência, use sabão e água ou álcool em gel, evitem reuniões sociais como festas ou encontros, mantenha uma distância de dois metros das demais pessoas”, solicita a Guarda Municipal.