Publicidade Topo

notícias

Motociclista morre após acidente no interior de Imbituva

Queda de moto ocorreu na localidade de Saltinho
Corpo do motociclista foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa. Foto: Diário dos Campos/Arquivo

Um homem, de 42 anos, morreu após uma queda de moto na localidade de Saltinho, interior de Imbituva, na manhã de ontem, 28. Funcionários da secretaria de Saúde estiveram no local e constataram o óbito. A Polícia Militar isolou o local até a chegada do Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa, que recolheu o corpo do motociclista. Uma perita também esteve no local. A moto foi entregue para um familiar da vítima.

Também em Imbituva, um jovem, de 21 anos, assinou Termo Circunstanciado por desobediência. O rapaz trabalha como vendedor ambulante e foi abordado durante fiscalização da Vigilância Sanitária. Ele e outro homem que trabalha com o mesmo tipo de serviço foram orientados para interromperem as vendas em virtude do decreto municipal que proíbe essa prática neste momento de pandemia de coronavírus. Porém, um dos homens não acatou a solicitação e continuou vendendo produtos. Por isso, foi solicitada a presença da PM, que conduziu o homem para a sede do 3º Pelotão. Em outra ocorrência em Imbituva, oito pessoas estavam em uma residência. O proprietário da casa foi notificado sobre a aglomeração de pessoas. Os policiais de Imbituva e integrantes da Vigilância Sanitária também realizaram uma operação de orientação à população na Avenida Sete de Setembro.

Já em Rebouças, vários órgãos de segurança realizaram uma operação de fiscalização com objetivo de evitar aglomerações de pessoas em residências, comércio e vias públicas na noite de ontem, 28. Policiais militares, equipes da Rotam, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, um representante da Defesa Civil e vigilantes contratados pela prefeitura participaram da fiscalização. “A cidade de Rebouças enfrentou um aumento considerável de casos da Covid-19 nas últimas semanas, embora nos últimos dias tenha ocorrido um declínio, a informação que recebemos é que a fiscalização será mantida de forma rigorosa, objetivando diminuir a possibilidade de novas contaminações em massa, a qual pode ocorrer se houver relaxamento dos cuidados básicos. A diminuição dos casos, depende exclusivamente da conscientização da população, evitando se aglomerar e tomando as precauções necessárias caso esteja contaminado, ou com sintomas da doença”, afirma o responsável pela Defesa Civil de Rebouças, Luiz Squiba.