Publicidade Topo

notícias

Lavadora de pressão e TV são furtadas de residência

Morador encontrou uma janela e uma porta abertas ao retornar para a residência

Destacamento da PM de Rio Azul. Foto: Clayton Burgath/Portal Notícia da Região

Uma lavadora de pressão e uma TV de 32 polegadas foram furtadas de uma residência em Rio Azul. O vizinho do proprietário da casa foi quem acionou a Polícia Militar. Ele relatou que o imóvel foi invadido e alguns objetos foram furtados.

O dono do imóvel disse que saiu do local na manhã de ontem, 27. Ao retornar no período da tarde, ele constatou que uma janela e uma porta estavam abertas. Uma lavadora de pressão e uma TV de 32 polegadas foram furtadas. Policiais realizaram patrulhamentos, mas não conseguiram encontrar os autores do furto.

Ainda em Rio Azul, um motorista foi detido por embriaguez ao volante. Um morador relatou aos policiais que o condutor de um CrossFox estava transitando em ziguezague na Vila Cristo Rei. O motorista chegou a invadir a contramão várias vezes. A PM realizou buscas e conseguiu abordar o carro. Foi constatado que o homem não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e apresentava sinais de embriaguez, como fala enrolada, andar cambaleante e odor etílico. Dentro do automóvel foram encontradas latas de cerveja que estavam prontas para o consumo. O condutor foi levado para a sede do 2º Pelotão em Rebouças. O teste do bafômetro teve resultado de 1,3 mg/l de álcool no organismo. Por isso, o motorista foi conduzido para a Delegacia de Rebouças. Já o carro não tinha pendências e foi liberado para um condutor habilitado.


Em Teixeira Soares, um Voyage foi apreendido por apresentar pendências na documentação. Durante abordagem ao veículo foi constatado que o motorista não apresentava objetos ilícitos. O carro foi apreendido e encaminhado para o Destacamento da PM de Teixeira Soares.

Em Irati, um homem que utiliza tornozeleira eletrônica foi abordado na rua Londrina, na quinta-feira, 27. Em consulta ao sistema, a PM constatou que o suspeito possuía um mandado de prisão. Ele foi detido e conduzido para a Delegacia. Já em Inácio Martins, policiais precisaram intervir para que a Vigilância Epidemiológica pudesse aplicar testes de Covid-19 em moradores que apresentavam sintomas da doença, mas se negavam a coletar os exames. Os funcionários da Vigilância relataram que haviam tentado coletar os exames em outras duas oportunidades, sem êxito. Ontem, 27, com a presença da PM, os moradores atenderam as equipes da Vigilância. A família foi orientada sobre as consequências que podem sofrer ao não cumprirem as medidas de combate ao coronavírus.