Publicidade Topo

notícias

Imbituva suspende atendimentos eletivos nas unidades de saúde

Medida é válida até o dia 9 de junho. Objetivo é priorizar atendimentos de pessoas com sintomas de Covid-19 nas unidades de saúde

Imagem das casas que estão sendo construídas na Vila Zezo, em Imbituva. Foto: AEN 

O município de Imbituva suspendeu todos os atendimentos eletivos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da área urbana e do interior no período de 15 dias. A medida é válida até o dia 9 de junho.

A secretaria de Saúde esclarece que atendimentos eletivos são consultas pré-agendadas, acompanhamento dos programas de hiperdia, coletas de exames preventivos e puericultura. Foram mantidos somente o atendimento das gestantes, recém-nascidas, situação de emergência e vacinação incluindo imunização da gripe e coronavírus. Segundo o município, a medida foi tomada para que seja priorizado o atendimento de pessoas com sintomas de coronavírus nas unidades de saúde. “O Pronto Atendimento Municipal (PA) está sobrecarregado. Portanto, é preciso que os usuários com suspeita de Covid se dirijam até a sua unidade de referência. Só serão atendidos no PA casos graves e situações de urgência e emergência. Não é possível atender toda a demanda dos usuários somente no PA. Os médicos e as equipes de todas as unidades já foram solicitados e orientados a atenderem os usuários com sintomas de Covid”, informa a secretaria de Saúde de Imbituva.

As unidades funcionam das 8 às 16 h e estão aptas a receber imbituvenses com sintomas gripais. “Se o usuário chegar à unidade e o médico constatar gravidade no caso, imediatamente será direcionado para o PA, caso contrário, o caso será resolvido na própria unidade. Esta medida é necessária para podermos desafogar o PA, e para que o mesmo consiga cumprir com o seu papel de urgência/emergência, assim como para poder atender as pessoas internadas com Covid que aguardam transferência na Central de Leitos. Usuário colabore! O primeiro passo é recorrer a Unidade Básica na qual você pertence. Precisamos nos organizar com espírito de respeito, coletividade e amor ao próximo para assim podermos sair desta triste e dolorosa situação”, solicita a secretaria de Saúde.


A secretaria de Saúde de Imbituva confirmou mais duas mortes por Covid-19 nesta sexta-feira, 28. Uma mulher, de 68 anos, morreu na Santa Casa de Irati no dia 25 de maio. O resultado positivo do teste da paciente foi liberado hoje. Um homem, de 42 anos, faleceu no hospital Bom Jesus, em Ponta Grossa, na noite de quinta-feira, 27. Ele estava internado desde o dia 6 de maio. No total, 70 imbituvenses já morreram em virtude da doença desde o início da pandemia. Mais 73 casos de coronavírus foram diagnosticados e 51 pessoas concluíram o período de isolamento domiciliar nesta sexta-feira, 28. Sendo assim, a cidade passou para 3.475 casos confirmados e 2.934 munícipes recuperados. 442 pessoas infectadas estão em isolamento domiciliar e 29 estão internadas, sendo 23 em hospitais de referência no atendimento da Covid-19 e seis aguardam transferência no Pronto Atendimento de Imbituva. 203 moradores que tiveram síndrome gripal aguardam resultado dos testes.

Na quinta-feira, 27, entrou em vigor um novo decreto em Imbituva. Ele determina que o tolhe de recolher será das 20 às 5 h do dia seguinte. Foi proibida a venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento comercial no município das 5 h de sexta-feira, 28, até as 5 h de segunda-feira, 31, e também durante o período do toque de recolher nos demais dias. Os únicos locais que podem ter atendimento interno são supermercados, mercados, mercearias, armazéns, farmácias, agências bancárias, cooperativas de crédito, lotéricas e postos de combustíveis. O funcionamento foi limitado em 50 clientes por estabelecimento.

Nos domingos, os únicos estabelecimentos que podem atender são farmácias e postos de combustíveis, exclusivamente para abastecimento. Os restaurantes, lanchonetes, padarias, açougues e vendedores ambulantes de lanches podem atender na modalidade delivery todos os dias até às 22 h e take away (retirada no local). É proibida a entrada de pessoas no estabelecimento. Oficinas mecânicas, center cars e borracharias só podem realizar atendimento de urgência. O decreto proíbe a abertura do estabelecimento para atendimento contínuo.

Os seguintes empreendimentos podem trabalhar no sistema delivery: empresas de materiais para construção, distribuidoras de gás e combustíveis, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas, restritos ao horário do toque de recolher e somente de segunda a quinta; e serviços de comercialização de peças para veículos automotores. Os demais serviços e estabelecimentos estão proibidos de funcionar até o dia 8 de junho. Neste período estão suspensas as atividades religiosas presenciais. As celebrações só podem ocorrer de forma online. Já parque aquático municipal permanece interditado ao público.