Publicidade Topo

notícias

Duas profissionais de saúde de Irati morrem de Covid-19

Técnica em Enfermagem, Surley Maria Pabis da Luz (Surla), que trabalhou 38 anos na Santa Casa de Irati, e a Assistente Social, Rafaela Letícia de Souza, que atuava em Fernandes Pinheiro, faleceram por complicações da doença

Rafaela Letícia de Souza e Surley Maria Pabis da Luz faleceram por complicações da Covid-19 no domingo. Foto: CRESS/PR e Facebook/Divulgação

Irati chegou ao total de 112 óbitos por coronavírus desde o início da pandemia, conforme dados da plataforma Ecovid-19. Mais quatro mortes foram registradas no Informe Epidemiológico Municipal nesta segunda-feira, 24. Entre as vítimas estão duas profissionais de saúde.

Uma delas foi a Técnica em Enfermagem, Surley Maria Pabis da Luz (Surla), de 66 anos, que faleceu no domingo, 23. Ela trabalhou 38 anos na Santa Casa de Irati e foi afastada de suas atividades no início da pandemia em 2020. Conforme informações da secretaria de Saúde, Surley tinha comorbidades e foi internada no Pronto Atendimento Municipal no dia 6 de maio. No mesmo dia, ela foi transferida para a Santa Casa de Irati. Já no dia seguinte foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Na manhã de hoje, 24, funcionários do Grupo de Humanização da Santa Casa prestaram uma homenagem para Surley soltando balões enquanto o corpo dela passava em um cortejo fúnebre em frente ao hospital. Eles destacaram que a Técnica em Enfermagem gostava de rir, sendo esta uma de suas características marcantes. O grupo também relembrou o trabalho desempenhado pela profissional de saúde ao destacar o respeito e admiração que todos tinham por suas atitudes. “Uma vida de entrega de cuidado com o próximo, de cuidados com o outro, que hoje ao soltarmos esses balões, nós ressaltamos nossa admiração por ela. Que a gente possa orar para que Deus possa dar o consolo aos familiares e que eles encontrem esse consolo em Deus”, disse uma funcionária do hospital que falou em nome do grupo.

 Quer receber notícias locais?

Já o Provedor da Santa Casa de Irati, Ladislao Obrzut Neto, aproveitou o momento para pedir aos funcionários que prossigam respeitando as medidas sanitárias de combate ao coronavírus. “Espero que todos vocês [funcionários do hospital], por favor, continuem se protegendo. É nós e nós mesmos”, solicitou o Provedor.

Outra profissional de saúde que faleceu foi a Assistente Social, Rafaela Letícia de Souza, de 29 anos, que não tinha comorbidades. Ela foi internada no Pronto Atendimento no dia 19 de maio e transferida para o Centro Médico Davaus no dia seguinte. Rafaela deixou o marido e a filha de cinco anos.

Formada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), ela atuava na secretaria de Assistência Social de Fernandes Pinheiro desde 2015. Em nota, o município lamentou a morte da servidora pública. “A Prefeitura de Fernandes Pinheiro, a Secretaria de Assistência Social e a Secretaria Municipal de Saúde lamentam o falecimento e enviam as mais sinceras condolências aos familiares e amigos. Reiteramos aos munícipes de Fernandes Pinheiro sobre a necessidade de manter os cuidados e medidas de prevenção contra a Covid. É de extrema importância manter o distanciamento social, fazer uso de máscara, lavar as mãos e não aglomerar”, reitera a prefeitura em publicação no Facebook.

A Assistente Social fazia parte da Pastoral Litúrgica e do grupo de jovens Angeli Dei, da Paróquia Perpétuo Socorro, em Irati. “A família Angeli Dei está em luto hoje! Luto por essa amiga tão especial, menina de sorriso fácil e da gargalhada inconfundível. Luto por aquela que sabia aproveitar cada momento. É Rafa, a vida é cheia de surpresas e incertezas. No dia de hoje você nos deixou e voltou para a casa do Pai. Prestamos nossas condolências e nos solidarizamos com familiares e amigos pela perda irreparável. Que Deus dê o conforto a cada coração”, disse o grupo em nota.

Outro iratiense que faleceu por complicações da Covid-19 foi o funcionário da Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcespar), Emerson Marcelo Kava, de 49 anos. Ele tinha comorbidades e permaneceu quase dois meses internado. Ele foi hospitalizado no dia 30 de março na UTI da Santa Casa de Irati. A outra vítima foi uma mulher, de 56 anos, que também tinha comorbidades. Ela foi internada no Pronto Atendimento Municipal no dia 12 de maio e transferida para o Pronto Socorro da Santa Casa de Irati no dia 20 de maio. 

Até às 20h20 desta segunda-feira, 24, Irati havia registrado 6.381 casos de coronavírus, sendo 63 diagnosticados hoje. 5.510 moradores se recuperaram da doença, 112 faleceram, 706 iratienses infectados estão em isolamento domiciliar e 54 internados. Desses, 18 permanecem em enfermarias, dez em UTIs e 26 no Pronto Atendimento Municipal. 67 pessoas que tiveram sintomas da doença estão aguardando resultado dos testes.