Publicidade Topo

notícias

Najuá e Paróquia Nossa Senhora da Luz arrecadam mais de 2 mil kg de alimentos para doação

Alimentos serão doados para famílias carentes que foram afetadas pela pandemia/Karin Franco, com reportagem de Jussara Harmuch

Rádio Najuá foi um ponto de arrecadação da campanha. Alimentos que foram deixados na emissora. Foto: Lenon Diego Gauron

A campanha organizada pela Paróquia Nossa Senhora da Luz e a Rádio Najuá arrecadou mais de 2 mil quilos de alimentos não perecíveis, que serão destinados para famílias carentes afetadas pela pandemia.

Além de alimentos, a campanha também arrecadou roupas e produtos de limpeza e higiene. Segundo o vigário da Paróquia Nossa Senhora da Luz, padre Alexandre Spena, a doação é resultado da união da comunidade. “Uma ajuda e tanto. Isso só é possível se nós nos unirmos. A ação quando feita no amor, então Deus age e transforma. Um pouquinho se torna muito. E a alegria deste Cristo ressuscitado em nossa vida, se faz na vida de todos”, afirma.

A arrecadação de alimentos também foi reforçada pelos clientes dos supermercados G-Center, Grupo Ivasko, Cavalin Bora, Opata, Popular e mercado da Serra, que também contribuíram com a campanha. “É muito gratificante poder estar ajudando as pessoas que realmente precisam. Quanto à aceitação do público foi excelente. O pessoal comprou a ideia, comprou no mercado levou até a doação, e está aí o resultado. Muito lindo, cheio de cestas para as pessoas que precisam”, disse Israel Macedo, representante do Marketing do Grupo Ivasko. 

Quer receber notícias locais?

A campanha ainda recebeu doações em dinheiro. A loja de vendas pela internet Modab, do casal Luis Carlos e Haila Havresko, e a filha, Bruna, doou R$ 5 mil. Já o vereador José Ronaldo Ferreira (Ronaldão) repassou R$ 2.321,00, equivalente a 50% do seu subsídio na Câmara. “Esse 50% são R$ 2.321,00 que eu transferi da conta do vereador Ronaldão para a conta da igreja matriz para que seja dado alimento para as pessoas que mais precisam”, disse. 

De acordo com o vigário, o valor em dinheiro será depositado em um fundo social que será usado com as famílias carentes, de forma gradativa. “Este valor está na conta da paróquia, neste fundo social, para que diante daquilo que a pastoral social necessita, possa ir atendendo porque não adianta comprarmos tudo em alimento, distribuir, entregar tudo agora, de uma vez só. Mês que vem eles também vão precisar porque a assistência é constante. Nós temos uma programação, de cada mês estas famílias vêm buscar a cesta básica para a gente poder ter uma ajuda constante dessas famílias”, explica o padre Alexandre. 

A pastoral social da Paróquia Nossa Senhora da Luz possui dez voluntários que atendem 30 famílias carentes cadastradas. São esses voluntários que visitam as casas e verificam o que as famílias necessitam. “A gente vai na casa das pessoas, verificar como está a condição social das pessoas. As cestas básicas são entregues somente para as famílias que estão necessitadas no momento”, conta o voluntário William Roberto Jorge. 

O padre conta que serão eles que organizarão e distribuirão as cestas básicas. “Nós temos as famílias cadastradas, que nós pedimos para eles virem, todo mês. Uma vez ao mês eles vem aqui na matriz, nós conversamos com eles, vemos, conhecemos também para ver como está sua realidade e vamos entregando os produtos a eles. Caso não possam, não tenham como levar ou vir buscar, a nossa pastoral social vai levar para a casa de cada um”, disse. 

Ao todo, a comunidade da igreja matriz reúne 12 capelas. O vigário explica que as cestas serão entregues primeiramente para as famílias que estão cadastradas, mas algumas doações também poderão ser enviadas à outras pastorais. “Se surge uma pessoa que precisa, se for da nossa paróquia, nós vamos fazer o cadastro, a pastoral social vai visitar e vai ver o real estado de necessidade desta família. Caso venha de um a outra paróquia, acontece muito, nós não vamos deixar de ajudar, mas eles também têm a sua pastoral social e conhecem a sua realidade. Todos que passam por aqui durante a semana, saem com uma pequena ajuda. As famílias cadastradas recebem uma ajuda maior porque fazem parte da nossa comunidade”, relata. 

Funcionários do Ivasko fazendo entrega de alimentos arrecadados nos supermercados do grupo. Foto: Ademar Bettes

Alimentos separados para doação no pavilhão da Paróquia Nossa Senhora da Luz. Foto: Ademar Bettes

Alimentos que foram levados na Rádio Najuá. Foto: Lenon Diego Gauron 

Alimentos foram transportados de carro até a Paróquia Nossa Senhora da Luz. Foto: Lenon Diego Gauron 

Foto: Lenon Diego Gauron 

Foto: Ademar Bettes