Publicidade Topo

notícias

Mulher danifica móveis da casa e ameaça marido e filho

Mulher demonstrava nervosismo e foi conduzida para receber atendimento médico

2º Pelotão da PM de Rebouças atendeu ocorrência de violência doméstica no sábado, 24. Foto: Rádio Najuá

Uma mulher danificou móveis, utensílios e a janela de sua residência em Rebouças, no sábado, 24. O filho e o marido da autora dos danos ainda disseram que foram ameaçados de morte. A moradora justificou que sofre de depressão e que seu relacionamento está numa fase difícil. Ela foi encaminhada para receber atendimento médico, pois apresentava nervosismo. O homem não demonstrou interesse de dar continuidade na ocorrência.

Em Rio Azul, um motorista foi detido por embriaguez ao volante na área central no sábado, 24. Durante patrulhamento no cruzamento da Avenida Manoel Ribas com a rua Barão do Rio Branco, os policiais constataram que o condutor de um Monza, que seguia no sentido contrário ao da viatura, estava acelerando o carro, realizando arrancadas bruscas patinando e fazendo ziguezague. O motorista foi abordado. Ele não portava objetos ilícitos. Porém, apresentava sinais de embriaguez, como andar cambaleante, odor etílico, olhos parados e fala enrolada. 


O condutor foi levado para a sede do 2º Pelotão, em Rebouças. Lá, ele realizou o teste do bafômetro com resultado de 0,81 mg/l de álcool no organismo. Em seguida, foi levado para a Delegacia de Rebouças. O Monza foi apreendido, pois apresentava débitos na documentação.

Ainda em Rio Azul, um homem relatou que seu Corsa estava estacionado no momento que foi atingido por um Fiat Strada. Após a batida, o motorista deixou o local. Policiais realizaram patrulhamentos, mas não encontraram o motorista que causou o acidente.

Em Fernandes Pinheiro, um funcionário da prefeitura foi ameaçado de morte quando estava em uma cascalheira do município na localidade de Bituva dos Lúcios. Os funcionários estavam trabalhando nas proximidades do terreno do autor da ameaça. Segunda a vítima, esse terreno está à venda. O homem ameaçado não quis representar à ocorrência.

Já em Teixeira Soares, uma mulher foi agredida pelo ex-marido. A vítima relatou aos policiais que conviveu quatro anos com o agressor. No entanto, eles estão separados há dois meses. A PM realizou buscas, mas não encontrou o autor da agressão. A mulher recebeu atendimento no hospital Municipal e foi orientada para comparecer na Delegacia de Teixeira Soares, com o exame de lesões corporais.

Em Irati, duas pessoas com mandado de prisão em aberto foram detidas na manhã de sábado, 24, na Vila São João. Uma moradora da rua São Paulo disse que estava sendo ameaçada por dois homens. Eles teriam dito que pretendiam atear fogo na casa da mulher. Nenhum dos suspeitos portava objetos ilícitos. Em consulta ao nome dos envolvidos foi constatado que um dos autores da ameaça possuía um mandado de prisão por estupro de vulnerável. Já a moradora que havia acionado a PM também tinha um mandado de prisão em aberto. Por isso, ambos foram conduzidos para a Delegacia.

No bairro Canisianas, policiais abordaram um homem que estava com uma pedra de crack na noite de sábado, 24. Ele foi conduzido para a sede da 8ª Cia para assinar o Termo Circunstanciado. Já o entorpecente foi apreendido. Na Vila Verde, um veículo Voyage atingiu um poste. O condutor afirmou que perdeu o controle da direção após um dos pneus traseiros estourar. O acidente não teve vítimas. Apenas danos materiais foram registrados. Funcionários da Copel compareceram no local e trocaram o poste danificado. Já no início da madrugada de ontem, uma situação de perturbação de sossego e ameaça foi registrada na rua Santos Thomas. Um morador informou que sua vizinha estava realizando ameaças e exaltada gritando e praticando algazarras. Policiais foram até o local e constataram que a mulher estava sentada na calçada ingerindo bebida alcoólica. Uma ambulância da secretaria de Saúde encaminhou a mulher para receber atendimento médico.