Publicidade Topo

notícias

Morre vítima da Covid-19 Michel Micheleto, presidente da AERP e diretor da Banda B

Michel tinha 59 anos, ficou intubado por 20 dias em Curitiba, deixa esposa, dois filhos e um legado de amor ao rádio
Michel, na ponta da direita à frente, em momento de descontração com a equipe da Najuá em Irati. Arquivo/Najuá

Morreu nesta quinta-feira (15), vítima da Covid-19, o presidente da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp) e diretor executivo da Rádio Banda B, Michel Micheleto. Ele estava internado desde 20 de março no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, e ficou 20 dias na UTI por complicações da doença.

Quer receber notícias locais?

Advogado, palestrante e administrador de empresas, Micheleto assumiu a presidência Aerp em 2020. Natural de Jacarezinho, no Norte Pioneiro, Michel Micheleto tinha 59 anos e deixa a esposa e dois filhos.

O governador Ratinho Junior (PSD) lamentou, a morte de Michel Micheleto.

Michel foi um dos comunicadores mais importantes do Paraná. Deixa como legado a credibilidade e um trabalho incansável em prol das rádios, uma das grandes paixões do paranaense. Que Deus conforte o coração de seus familiares e amigos, disse o governador.

O radialista e deputado estadual Luiz Carlos Martins lamentou a perda do amigo que estava com ele desde o início da caminhada da Rádio Banda há mais de 20 anos.

Com o coração dolorido comunico o falecimento do nosso sempre Michel. Descanse em paz”, disse.

Ao Portal Banda B, a jornalista e coordenadora do Portal Banda B, Denise Mello, lembrou do Dr Michel no dia a dia na rádio. 

A minha porta sempre está aberta, ele dizia para todos nós. Ele se preocupava com a vida de cada um da rádio. Assim que começou a pandemia ele se cuidava, sempre de máscara, sempre preocupado com os cuidados. A última coisa que ele falou era para que a gente redobrasse as atenções com a Covid, disse, emocionada
A relação da Najuá com a Banda B começou com o fim das transmissões esportivas da rádio Clube Paranaense AM em 2011. Amiga de Michel Micheleto e de sua esposa Adaelena, a diretora Jussara Harmuch se aproximou e deu início a uma parceria que dura até os dias de hoje. O casal esteve em Irati por duas ocasiões, quando o Seu Nagib ainda era vivo e Jussara estava tomando pé da situação das emissoras herdadas do pai e outra, mais recente, em outubro de 2019, em um seminário de mídia que foi estendido para comunicadores de Irati e região. 

O Michel se preocupava com as pessoas a ponto de sempre tentar fazer algo por elas. Convivi com ele pela amizade que tinha com a Ada na época de estudante e depois tive sorte de reencontrá-los no meio rádio. Infelizmente senti a tristeza que é perder alguém próximo nesta pandemia, não tem como explicar, parece mentira, um dia está falando e no outro intubado, lamenta a diretora.

Desde o início da pandemia a população foi levada a acreditar que o cuidado deveria ser direcionado a idosos e aqueles com doenças associadas. Michel não tinha comorbidades, se exercitava regularmente, se alimentava adequadamente, não ingeria bebidas alcoólicas. Com seus 59 anos, estava em pleno vigor na vida laboral. 

A paixão de Michel pelo rádio fica clara na entrevista dada em 2019 no estúdio da Najuá FM 106,9 à Amilton Ferreira.  Confira um trecho.