Publicidade Topo

notícias

Mais de 3 mil famílias carentes serão beneficiadas com R$ 150 por três meses em Irati

Projeto que institui Cartão Prato Cheio foi aprovado em única discussão na Câmara Municipal. Previsão é que programa possa iniciar ainda em maio/Karin Franco, com reportagem de Paulo Sava e Rodrigo Zub
Em vídeo divulgado pela secretaria de Comunicação, prefeito Jorge Derbli explicou como será o auxílio que vai beneficiar população carente de Irati. Foto: SECOM

Mais de 3 mil famílias carentes em Irati deverão ser beneficiadas pelo programa Cartão Prato Cheio, que disponibilizará um benefício mensal de R$150 por três meses para ser gasto no comércio local. O projeto foi aprovado em única discussão na sessão da Câmara de Irati desta terça-feira, 20, com a dispensa do interstício legal. Sendo assim, ele segue para sanção do Executivo Municipal. 

Em participação no programa “Meio Dia em Notícias”, a secretária municipal de Assistência Social, Sybil Dietrich, explica que a previsão é que o programa possa começar no próximo mês. “Nós estamos aguardando passar pela Câmara de Vereadores para a gente dar início ao programa Prato Cheio, que tem a previsão de dar início no final de maio, começo de junho”, disse a secretária na segunda-feira, 19, antes do projeto ser aprovado na Câmara.

Serão, ao todo, 3.335 famílias carentes que receberão R$ 450 em três parcelas de R$ 150 cada uma. Entre as famílias selecionadas estão pessoas que já são beneficiadas pelo programa Bolsa Família e que a pasta já possui cadastro. “2.875 famílias serão as beneficiadas que fazem parte do cadastro único e fazem parte do programa Bolsa Família. Dessa forma ela já tem um cadastro, assim que o programa for aprovado, nós vamos estar divulgando o calendário para que essas famílias venham até os CRAS [Centro de Referência de Assistência Social] mais próximos de suas casas, o CRAS de referência, e venham pegar esse cartão e validá-lo. Essas 2.875 famílias não precisarão fazer o cadastro”, explica a secretária.


O projeto também deve beneficiar pessoas que não possuem cadastro na Secretaria de Assistência Social. “Só que também estamos trabalhando com uma porcentagem de 16% no número de beneficiários do Bolsa Família, que dá o número de 460 cartões para famílias em situação de vulnerabilidade, mas que não estão no programa Bolsa Família. Essas vão precisar fazer um cadastro, ir até o CRAS, ou através do link que estaremos passando o cadastro, ou através de telefones, mas também essa data para fazer o cadastro ainda será divulgada”, relata.

As famílias com novo cadastro passarão por uma avaliação técnica pela equipe da Secretaria para verificar se podem ser enquadradas no programa. “Precisam também estar dentro dos critérios de vulnerabilidade, estar no Cadastro Único, ter uma renda no máximo per capita de meio salário mínimo e a avaliação da equipe técnica que vai atendê-lo”, disse Sybil.

A Secretaria vai divulgar um calendário com a data de entrega e validação dos cartões aos beneficiários. Os cartões deverão ser retirados somente nos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) que ficam nos bairros Rio Bonito, Canisianas, Vila São João e Lagoa. Também haverá pontos para cadastro e validação no interior do município. “Não é na prefeitura, não é no CAM. A pessoa vai lá [no CRAS], na primeira vez que receber o cartão vai validar, fazer sua senha e as próximas parcelas caem automaticamente no mesmo dia que foi a parcela”, conta a secretária de Assistência Social.

O valor dos cartões disponibilizados pela prefeitura de Irati deverá ser usado em empresas do município. Com a aprovação do projeto, a prefeitura deverá divulgar um chamado para o cadastro de empresas locais que irão aderir ao programa. A expectativa é que com isso cerca de R$ 1 milhão e 800 mil sejam injetados na economia local.

O processo para a abertura da licitação para a impressão dos cartões já foi iniciado e deve ser concluído em dez dias. Após esse período, a expectativa é os cartões estejam prontos em 20 dias para a posterior entrega aos beneficiários. “A gente está trabalhando com esta data para que até o final de maio, no mais tardar o começo de junho, a gente faça a habilitação dos cartões e a entrega da primeira parcela”, afirma Sybil.

O programa está orçado em R$ 1,5 milhão em recursos próprios da prefeitura de Irati.

Cartão Comida Boa: O programa municipal Cartão Prato Cheio é diferente do programa estadual Cartão Comida Boa. A secretária conta que há uma previsão para a retomada do programa estadual, mas ainda não há divulgação de data.

Quem possui o Cartão Comida Boa ainda precisa comparecer ao CRAS para realizar o cadastro. “É praticamente o mesmo público, mas quem tem esse cartão não é utilizável para esse programa municipal. Esse programa municipal precisa ir até o CRAS, habilitar o próprio cartão”, explica.

Disque Apoio à Pessoa Idosa: A Secretaria Municipal de Assistência Social continua com o Disque Apoio à Pessoa Idosa, onde munícipes com mais de 60 anos podem pedir auxílio para compras em supermercados ou farmácia. Para obter o auxílio, é preciso telefonar no número (42) 3907-3101.

A secretária explica que o programa voltou a ser procurado com o aumento de casos de Covid-19. “No início as pessoas procuraram bastante, em março, abril. Logo que a gente lançou o programa teve um grande procura. Depois, teve uma baixa, conforme a situação da pandemia dá uma relaxada, as pessoas já não procuram tanto. Agora com a alta que teve no mês passado, teve uma procura maior”, conta a secretária.