Publicidade Topo

notícias

Unicentro abre inscrições para Universidade Aberta para a Terceira Idade

Aula inaugural do projeto será nesta quinta-feira, 11, às 14 h. Atividades serão realizadas de forma online pelo Google Meet nas terças e quintas

Atividades da UATI estão sendo realizadas de maneira virtual pelo Google Meet. Foto: Divulgação

A Universidade Aberta para a Terceira Idade (UATI) está com inscrições abertas para as atividades deste ano, que começam nesta quinta-feira, 11. O projeto desenvolvido pelo Campus Irati da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) tem a finalidade de incentivar os idosos a participarem de palestras, oficinas e atividades lúdicas com foco na saúde, bem-estar e interação. 

As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail uatiunicentroirati@gmail.com. Para participar do projeto é necessário ter 55 anos. As atividades serão realizadas de forma online em função da suspensão das aulas presenciais em razão da pandemia de coronavírus, já que os idosos fazem parte do grupo de risco da doença. O telefone com Whatsapp para esclarecimento de dúvidas sobre o projeto é 9-9994-2815.

As atividades acontecerão no Google Meet nas tardes de terças e quintas-feiras, das 13h30 às 14h30. Nas terças, haverá oficinas de atividade física com as professoras Bruna Cabral e Sheila Quadros. Já nas quintas, as aulas de atividade física continuam com a professora Bruna. Além disso, haverá oficina de Língua Francesa Cantada com a professora Larissa. 

 Quer receber notícias locais?

A aula inaugural nesta quinta-feira, 11, começará às 14 h com explanações da Direção do Campus Irati e da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Unicentro. Logo depois, o docente Hilário Lewandowski abordará o tema violência. A chefe de Promoção Cultural, professora Eliziane Manosso Streiechen, apresentará o projeto de incentivo à leitura Dom Caixote. A professora Bruna Cabral abordará a importância da atividade física e a docente de Pedagogia Sheila Quadros irá propor um tema surpresa. Para encerrar as atividades, a professora Larissa Ribeiro, do Centro de Línguas da Unicentro, falará sobre língua francesa.

Marli Custódio, de 72 anos, que participa do projeto desde a primeira turma há 20 anos, destaca a importância da manutenção do projeto durante a pandemia. “Eu gostei tanto, que estou lá até hoje, já há mais ou menos 20 anos. A UATI é minha segunda casa. Sempre tivemos coordenadores maravilhosos, sempre preocupados com nosso bem-estar, professores que nos tratam com tanto carinho, as secretárias são meninas tão queridas sempre prontas para nos ajudar. Como não se sentir bem na UATI? No ano passado, o professor Paulo [Tomalchelski] estava programando todos os eventos, mas mesmo assim ele conseguiu fazer aulas online para podermos ver as amigas, professores e conversar um pouco”, afirma Marli.

Para o coordenador do projeto, Paulo Cesar Tomalchelski, as oficinas no ambiente virtual são um meio de interação e manter os idosos ativos nesse período em que eles não tem contato presencial com outras pessoas. “Essa iniciativa vem aproximar as uatianas e diminuir a distância que o isolamento trouxe para esse grupo de risco para a covid-19. Para algumas dessas participantes, essas atividades remotas vêm a suavizar o sofrimento que esta pandemia as têm acometido, já que muitas não têm a companhia sequer de seus familiares”, relata Paulo.

Em meados de 2020 quando o projeto foi retomado, o professor Edson Santos Silva, do Departamento de Letras, destacou que a inserção no ambiente digital tem um significado especial para os idosos. “O momento atual pede essa conexão com os meios de comunicação e é muito bonito ver a alegria das senhoras quando conseguem entrar no Google Meet, quando conseguem ligar a câmera, quando conseguem ligar o microfone, e aquele sorriso lindo nos lábios quando elas falam via tecnologia, quando elas se deparam na tela com o rosto dos colegas e dos professores”, afirma o professor.