notícias

Policiais de Rebouças localizam homem com mandado de prisão por estupro

JARDIM DA PAZ

Homem, de 27 anos, foi detido e conduzido para a Delegacia

Homem detido foi conduzido para a Delegacia de Rebouças. Foto: Rádio Najuá/Arquivo

Um homem, de 27 anos, com mandado de prisão por estupro de vulnerável foi detido pela Polícia Militar de Rebouças na manhã de sábado, 27. Ele foi abordado por volta das 10 h e conduzido para a Delegacia. 

Ainda em Rebouças, dois adolescentes abandonaram um botijão de gás em frente de um estabelecimento na rua Estefano Biela Kafka, na manhã de sábado, 27. O proprietário do estabelecimento disse que dois menores de idade que tem aparentemente entre 10 e 15 anos estiveram no local e tentaram vender o objeto. O botijão estava enrolado em duas cortinas e com a válvula de segurança. O homem indagou os rapazes sobre a procedência do objeto, mas eles não souberam explicar. Em seguida, ele afirmou que ia chamar a PM. Com isso, os adolescentes abandonaram o botijão e deixaram o local. Policiais recolheram o objeto, que foi entregue na Delegacia. 

Em Teixeira Soares, o responsável por um bar e lanchonete foi advertido pela PM, pois estava com clientes dentro do estabelecimento por volta das 21 h de sábado, 27, descumprindo o horário do toque de recolher estabelecido em decreto estadual. No momento que os policiais e integrantes da Vigilância Sanitária chegaram no local, o proprietário tentou esconder os clientes pedindo que eles entrassem dentro da residência. Todas as pessoas presentes foram orientadas e advertidas sobre o horário do toque de recolher (das 20 h até às 5 h do dia seguinte). 

Quer receber notícias locais?

Já em Fernandes Pinheiro, a PM também constatou duas situações de aglomeração de pessoas na noite de sábado, 27. Aproximadamente 15 pessoas entre homens, mulheres e crianças estavam em uma residência na rua Jorge Kaier. Os responsáveis pela casa foram orientados e advertidos a respeito das medidas de combate ao coronavírus. A outra ocorrência foi registrada em uma chácara no prolongamento da rua Ernesto Nunes, no bairro Apoema. A PM verificou que dez pessoas estavam no local. O responsável pela residência, de 23 anos, foi orientado sobre os decretos estaduais e municipais que estão em vigor em virtude da pandemia. Nas duas situações, policiais repassaram quais são as punições penais e administrativas em caso de reincidência.