Publicidade Topo

notícias

Pai ameaça agredir filho com um garfo

Filho relatou que sua mãe já saiu da casa, pois o pai ameaçava matá-la

Foto: PM/Divulgação

Um homem tentou agredir o filho com um garfo em Rio Azul. O rapaz disse que seu pai sofre de problemas com alcoolismo e frequentemente ameaça ele e seu irmão. Ontem, 21, o jovem conseguiu se defender da agressão e saiu da casa temendo por sua integridade física. Ao saber que o filho havia procurado a Polícia Militar, o autor da ameaça saiu da casa. O filho dele ainda disse que sua mãe saiu da residência recentemente, pois o pai ameaçava matá-la. 

Em outra ocorrência, um homem teve um celular furtado em Rio Azul. O proprietário afirmou que deixou o aparelho com alguns cartões de banco dentro de uma capinha, que estava em cima de um banco em frente da sua residência. Ao retornar no local, o homem não encontrou o celular. Na rua Gabriel Cury, o responsável por um estabelecimento foi notificado pela PM. Policiais constataram que seis pessoas estavam em frente ao local, enquanto que o proprietário recebia pedidos de lanches e bebidas. O dono do estabelecimento relatou que estava trabalhando apenas na modalidade delivery e não recebia clientes. Entretanto, a PM advertiu o proprietário, pois a retirada de pedidos no local descaracteriza o delivery, que tem o objetivo de evitar o deslocamento de pessoas para que elas recebam o produto em casa. O dono do estabelecimento foi orientado para que em caso de reincidência possa responder criminalmente pela desobediência dos decretos em vigor. 

Quer receber notícias locais?

Em outra situação, policiais receberam uma denúncia anônima que uma casa noturna estava em funcionamento nas margens da BR-153. Conforme os decretos em vigência, casas noturnas estão proibidas de funcionar até às 5 h do dia 1º de abril. Policiais foram até o local acompanhados de agentes de fiscalização da secretaria de Saúde. Lá, eles constataram que o estabelecimento estava com as portas abertas. Uma pessoa estava trabalhando como atendente no balcão e oito clientes consumiam bebidas alcoólicas. Nenhum deles usava máscara e todos estavam na mesma mesa. Os agentes de fiscalização relataram que o mesmo estabelecimento já havia sido advertido por descumprimento do decreto. Por isso, o dono da casa noturna foi levado para o Destacamento da PM, onde assinou o Termo Circunstanciado por desobediência. 

Ainda em Rio Azul, um homem ameaçou atear fogo na residência na residência de uma mulher, que se recusou a emprestar uma caixa de fósforo. A mulher disse que tomou essa atitude porque o homem apresentava sinais de embriaguez, o que foi constatado posteriormente pela PM. O autor da ameaça foi abordado em uma residência abandonada. Porém, a mulher não quis representar contra ele. Por isso, o homem foi apenas advertido. 

Em Imbituva, um homem foi atingido com golpes de faca. A ocorrência de lesão corporal foi registrada na tarde de ontem, 21, na rua Marechal Floriano Peixoto. O morador de Imbituva estava na casa de alguns amigos no momento que dois homens invadiram o local, sendo que um deles o atingiu com golpes de faca. Pessoas que residem nas proximidades do local da agressão repassaram detalhes da situação para a mãe da vítima. Os homens que entraram no imóvel foram identificados. Policiais realizaram buscas, mas não conseguiram localizá-los. A moradora foi orientada para procurar a Delegacia para dar continuidade ao Boletim de Ocorrência. Já o homem ferido permaneceu internado no Pronto Atendimento de Imbituva, pois estava desacordado e em estado grave em função das lesões ocasionadas por golpes de faca. 

Em Rebouças, um homem foi agredido e teve o celular roubado. O morador disse que estava na casa de um amigo e foi abordado por quatro pessoas quando retornava para a sua residência. Um dos suspeitos portava uma faca. Os homens ameaçaram o morador e o agrediram fisicamente. Além do celular, eles levaram os documentos da vítima. A Polícia Militar realizou patrulhamentos, mas não localizou os autores do roubo.