notícias

Novo decreto determina fechamento de postos no fim de semana em Irati

JARDIM DA PAZ

Somente farmácias e distribuidoras de gás poderão funcionar no sábado, 27, e domingo, 28, conforme novo decreto 

Iratienses não vão poder abastecer veículos no próximo fim de semana nos estabelecimentos do município, que devem permanecer fechados, conforme decreto municipal. Foto: Paulo Henrique Sava

Um novo decreto publicado pela prefeitura de Irati determina que os únicos estabelecimentos que poderão funcionar no próximo fim de semana são farmácias e distribuidoras de gás. Com a determinação, os postos de combustíveis não poderão abrir no sábado, 27, e no domingo, 28. 

O prefeito Jorge Derbli solicita que os agricultores se planejem e abasteçam os veículos nos dois próximos dias para não correr o risco de ficar sem combustível. “Sei que nossos produtores estão em plena colheita da soja, e por isso peço que se previnam abastecendo suas máquinas e caminhões, para não faltar combustível no final de semana”.

De acordo com Derbli, o fechamento dos postos visa reduzir ainda mais a circulação de pessoas para diminuir o contágio de coronavírus. Nesta quarta-feira, 24, a cidade atingiu a marca de 50 óbitos em função da doença desde o início da pandemia. O novo decreto também limita em 40% a ocupação de qualquer estabelecimento que se enquadra como serviço essencial. As demais medidas que constam no decreto anterior publicado na semana passada prosseguem em vigor até o dia 1º de abril. 

Quer receber notícias locais?

Estabelecimentos comerciais, galerias, centros comerciais, prestadores de serviços, restaurantes, bares e lanchonetes podem funcionar de segunda a sexta-feira das 8 às 20 h. A entrada de menores de 12 anos não é permitida nesses locais. Academias de ginástica para a prática esportiva individual ou coletiva podem funcionar das 6 às 20 h, com limitação de 30% de ocupação. 

O horário do toque de recolher é das 20h30 até 5 h do dia seguinte. Já a entrega de alimentos prontos para consumo está permitida somente de segunda a sexta-feira até às 22 h. Por esse motivo, proprietários de estabelecimentos fizeram um protesto na tarde de terça-feira, 23, contra o decreto que proíbe a venda de produtos na modalidade delivery no fim de semana. Uma reunião foi agendada para essa quinta-feira, 25, entre a administração municipal e os representantes do delivery para discutir a possibilidade de retomar o serviço no fim de semana.