notícias

MEIs tem até o dia 31 de maio para fazer declaração anual de faturamento

JARDIM DA PAZ

Sala do Empreendedor de Irati orientará microempreendedores a realizar a declaração/Karin Franco, com reportagem de Rodrigo Zub e Paulo Sava

MEIs precisam fazer declaração anual de faturamento até dia 31 de maio. Foto: Divulgação

Os microempreendedores individuais (MEI) tem até o dia 31 de maio para realizar a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN – SIMEI). A declaração pode ser feita pelo site da Receita Federal, gratuitamente.

A coordenadora da Sala do Empreendedor de Irati, Sabrina Cidres, explica que o microempreendedor deve declarar o faturamento bruto do último ano. “Esse ano, as pessoas que tem MEI há bastante tempo ou há pouco tempo, digamos, abriram em março passado, vão estar declarando de março até dezembro do ano passado. Quem tem o MEI há bastante tempo vai estar declarando o ano todo. Mas sempre estará declarando a receita bruta do ano fiscal anterior”, conta Sabrina. 

A declaração anual de faturamento não substitui a declaração de imposto de renda. Se enquadram na declaração anual as empresas que faturaram até R$ 81 mil durante o ano, com o limite de R$ 6.750 mensais.

Para ajudar os microempreendedores individuais, a Sala do Empreendedor disponibilizará um consultor do SEBRAE de Ponta Grossa que dará orientações, por telefone ou WhatsApp, de como a declaração pode ser feita. “Nós vemos que as pessoas têm muitas dificuldades em montar suas declarações porque tem pessoas que emitem notas fiscais e pessoas que trabalham por conta, sem a emissão de notas fiscais. Para estarmos ajudando as pessoas a entenderem a sua declaração e estar fazendo corretamente ela, a gente vai estar disponibilizando esse consultor que vai estar ligando para esse MEI e vai estar ensinando corretamente a sua declaração”, explica. 

Quer receber notícias locais?

Para participar, o MEI deve entrar em contato com a Sala do Empreendedor de Irati a partir da próxima semana para agendar os atendimentos no telefone (42) 3907-3341 ou pelo WhatsApp no número (42) 9-9107-0283.

O atendimento presencial será realizado na Rua da Liberdade, nº 740, com a equipe da Sala do Empreendedor de Irati. O atendimento é das 8 às 12h e das 13 às 17h.

MEIs em Irati: No ano passado, a Sala do Empreendedor de Irati contabilizou a existência de mais 3.200 MEIs no município. Segundo Sabrina, muitos microempreendedores procuraram regularizar seus negócios. “Nós tivemos uma procura muito grande das pessoas que estavam com seus MEIs inaptos, pessoas que vieram regularizar suas dívidas e que voltaram trabalhar formais pelo MEI. E as pessoas que não sabiam como funcionavam o MEI, não sabiam que ela era uma empresa, que ela ia estar disponibilizando os benefícios e as vantagens de estar formalizado e foi feito com grande sucesso”, conta a coordenadora da Sala do Empreendedor. 

Sabrina destacou que muitos microempreendedores estão vendo as vantagens da formalidade. “Pra ela poder estar prestando serviço, para ela poder estar tendo a sua própria ajuda para estar tendo um benefício que precise, um auxilio doença, mas a gente pensa na sua aposentaria também. Estamos sempre conversando com os nossos MEIs para estar falando para eles que paguem em dia suas DAS, tenham duas declarações anuais em dia também, que por ventura ela precisar de um possível auxílio e ela se aposentar não ter problemas”, disse. 

A criação do MEI é gratuita e o custo para o microempreendedor será apenas de R$ 50 a R$ 60 mensais, de acordo com a atividade declarada. Em Irati, as principais atividades em que os MEIs atuam estão na área de alimentação e promotores de venda. A Sala do Empreendedor oferece a orientação a quem deseja abrir um MEI e também auxilia na emissão do boleto mensal. 

Auxílio Emergencial: Durante a pandemia do coronavírus, o Governo do Estado do paraná está auxiliando os pequenos negócios com o programa Paraná Recupera, que já está em sua segunda etapa. “É uma linha de crédito de capital de giro destinado a apoiar os empreendedores individuais em razão dos efeitos da pandemia. Ele é um empréstimo que é facilitado com juros bem reduzidos, no valor de até R$ 5 mil e tem a carência de até um ano para o pessoal começar a pagar”, explica a coordenadora. 

A linha de crédito é oferecida apenas para microempreendedores individuais (MEIs) que não participaram da primeira etapa no ano passado, que ofereceu empréstimos emergenciais de até R$ 6 mil. Quem tem interesse, pode procurar a Sala do Empreendedor de Irati com documentos pessoais.