notícias

Médico prudentopolitano morre de Covid-19

JARDIM DA PAZ

Doutor João Techy Filho, de 72 anos, faleceu na manhã de hoje, 29, em hospital de Guarapuava. Médico foi vice-prefeito de Prudentópolis e exerceu mandato de deputado estadual entre 1995 e 1998

João Techy Filho tinha mais de 45 anos de formação médica. Foto: CRM/Arquivo

O médico prudentopolitano João Techy Filho, de 72 anos, faleceu na manhã desta segunda-feira, 29, por complicações causadas pela Covid-19. O doutor foi vice-prefeito de Prudentópolis na legislatura 1993/1996 e exerceu o cargo de deputado estadual entre 1995 e 1998. Ele estava internado no hospital São Vicente de Paulo, em Guarapuava, desde o dia 16 de março. O doutor tinha mais de 45 anos de formação médica e foi sócio fundador da Rádio Copas Verdes, de Prudentópolis, que iniciou as atividades em 1989. Não haverá velório cumprindo os protocolos de combate ao coronavírus. O corpo do médico será enterrado na manhã desta terça-feira, 30, no Cemitério Municipal de Prudentópolis. 

O prefeito de Imbituva, Celso Kubaski, decretou luto oficial de três dias no município em virtude da morte do médico. João Techy Filho foi proprietário do antigo hospital São João e médico atuante em Imbituva. A filha dele, Carolina Techy Canteri, comandou a secretaria de Saúde de Imbituva por um mês no início da gestão de Kubaski neste ano. Ela é médica concursada do município e atua na Unidade Básica de Saúde (UBS), Eloir Chaves. 

Quer receber notícias locais?

João Techy Filho nasceu em Prudentópolis no dia 18 de dezembro de 1948. Foi casado com Vera Lúcia Angelo Techy e teve três filhos, sendo dois médicos Carolina e Catarina Techy. O médico foi eleito vice-prefeito de Prudentópolis na legislatura 1993/1996, que foi comandada pelo prefeito Markiano Antonio. Em 1994, ele concorreu a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Com 12.392 votos pelo Partido Progressista Reformador (PPR), João Techy Filho foi eleito deputado estadual. Durante o período que permaneceu na ALEP, de 1995 a 1998, o doutor integrou a Comissão Executiva do Partido e foi o quarto secretário da Mesa Executiva da Assembleia. Na eleição de 1998 obteve 17.231 votos, mas ficou na suplência do Partido Progressista Brasileiro (PPB) na ALEP. Com isso, ele assumiu a chefia da Coordenadoria de Saneamento e Vigilância Sanitária. Como médico, ele trabalhou em várias cidades da região como Ponta Grossa, Ivaí, Guarapuava e Imbituva. 

O doutor José Techy, que era irmão de João Techy Filho, também morreu em função da Covid-19. Ele faleceu no dia 18 de março no Hospital Sugisawa, em Curitiba, cidade onde residia. Segundo informações do Conselho Regional de Medicina do Estado do Paraná (CRM/PR), José Techy havia cancelado o seu registro e estava afastado das atividades profissionais há alguns anos. Ele tinha 85 anos e 60 de formação médica. José também era natural de Prudentópolis e encerrou suas atividades médicas em 2007.