notícias

Irati suspende vacinação de idosos contra Covid-19 após doses acabarem

JARDIM DA PAZ

360 doses recebidas na semana passada acabaram na manhã de hoje, segundo informações divulgadas pela secretaria de Comunicação. Município aguarda chegada de novos imunizantes para retomar vacinação

Foto: Jonathan Campos/AEN

A secretaria de Saúde de Irati suspendeu a vacinação contra o coronavírus para idosos de 75,76 e 77 anos. A medida foi tomada temporariamente até que o município receba novas doses. As 360 doses recebidas na quinta-feira passada, que eram destinadas aos idosos, acabaram na manhã de hoje. Por isso, a secretaria aguarda a chegada de mais doses para retomar o trabalho de imunização da população. Com isso, um novo calendário será divulgado. 

Até a manhã de hoje, 2.728 iratienses já haviam sido vacinados contra a Covid-19, sendo 1.477 doses aplicadas em idosos e pessoas institucionalizadas e 1.251 em trabalhadores de saúde. Até agora, 869 pessoas já receberam duas doses da vacina. Na manhã desta quarta-feira, mais dois moradores de Irati foram diagnosticados com coronavírus. Com isso, a cidade atingiu o total de 3.665 casos da doença desde o início da pandemia. 3.493 munícipes se recuperaram da infecção e 42 faleceram. 25 iratienses estão internados, sendo 16 em leitos de enfermaria e nove de UTI. 105 pessoas infectadas permanecem em isolamento domiciliar e outras 100 aguardam o resultado do exame laboratorial. 

Ontem, a secretária de Saúde de Irati, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, o coordenador do Centro de Operações Especiais e de Fiscalização (COEF), Agostinho Basso, e o provedor da Santa Casa de Irati, Ladilao Obrzut Neto, anunciaram que o hospital possui medicamentos específicos para sedação somente para um período entre três e cinco dias. Até ontem, 16, cinco pacientes estavam internados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “A situação é muito séria, pois não temos mais para onde enviar os pacientes”, diz Agostinho. Ele lembra que mais de 1.300 pessoas estão aguardando vaga de internamento no Estado. 

 Quer receber notícias locais?

Ladislao afirma que a situação é grave e não existe plano B. “Vamos conversar com o Hospital Universitário de Ponta Grossa, e teremos que fazer um protocolo de quem terá mais chance de viver, quem tem condição de ter mais anos de vida. Infelizmente, nós passamos o ano todo falando das medidas e parece que as coisas não andaram desta forma. Vamos ter que pensar quem terá condições de vida. É duro”, disse o médico.

Agostinho também relata que em alguns casos a contaminação acontece em mais de uma pessoa numa mesma família ou ambiente familiar. “Temos casos de óbitos e pessoas da mesma família com casos sérios e internadas. Você, que é jovem, adulto pode pensar que passará tranquilo, de forma leve, e que as crianças são assintomáticas, por exemplo. Mas, se formos ver as estatísticas de Irati, as pessoas 19 a 49 anos são as mais acometidas e graves. Tivemos um óbito de 47 anos na região”, relatou o coordenador do COEF. 

Já a secretária de Saúde enfatiza a dedicação dos profissionais da área.  “Agradecemos a todos os profissionais de saúde pelo empenho em meio a este desafio. Eles estão cansados nesta batalha. A saúde está fazendo a mais do que está podendo”.

Ontem, 16, o estado registrou o maior número de mortes por Covid-19 em um único dia, com 310 novos registros. A lotação das UTIs do SUS para adultos está em 96%. Há fila de 1.357 pessoas esperando por leitos, sendo 641 em UTIs - recorde desde o início da pandemia. Em Irati, segundo dados divulgados na manhã de hoje, 17, pela assessoria da Santa Casa, a taxa de ocupação de leitos continua acima de 100%. São 11 pacientes internados na UTI, 14 na enfermaria e cinco no Pronto Socorro Covid.