Publicidade Topo

notícias

Especial Dia da Mulher - Cleonice Aparecida Kufener Schuck

A Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Irati (CMEG) entrevistou mulheres influentes na sociedade da região. Na semana do Dia Internacional da Mulher, cada dia você vai conhecer a história de uma personalidade


Cleonice Aparecida Kufener Schuck, 53 anos, é natural de Piratuba, SC, porém, escolheu o Paraná, onde já passou a maior parte de sua vida (30 anos), primeiro em Rebouças, depois em Fernandes Pinheiro, onde ela e o esposo Nei Rene Schuck, com quem é casada há 36 anos, mantém a sede da indústria e comércio de laticínios, hotel, restaurante e Posto de Combustíveis Anila. Está no seu segundo mandato como prefeita de Fernandes Pinheiro, a primeira mulher a ocupar o cargo no município. Entrou na vida política em 2001, como vereadora. Foi primeira dama durante 2005 a 2012, atuando junto do marido em causas sociais. Mãe de três filhos: Rafael Felipe, Tailine Angėlica e Gustavo Fabrício. Avó de 5 netos: Adolffo, Yasmin, Angelina, Maria Catarina e Ananda Sorah. Nora Emanuelle e genro Marcos. Cleonice é uma das personalidades entrevistadas pela Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Irati (CMEG).

O que te levou ao caminho do empreendedorismo? Suprir as necessidades da família, filhos pequenos e as dificuldades de uma adaptação após mudança do local de origem para local longínquo, sem conhecimentos e sem capital de giro, forçaram a busca de atividade econômica, como alternativa de sobrevivência dentro do que sabíamos fazer. 

Entre erros, acertos e desafios, com certeza houveram superações. O que mais lhe marcou? Muitas dificuldades, incertezas, enfim desafios dos mais variados, mas a lição maior é que a perseverança tem que estar presente em todos os momentos. 

Como adquiriu know-how? Ouvir o cliente, com certeza é um dos fatores predominantes no sucesso de um negócio. Atender seus anseios e expectativas. Fiz cursos rápidos, leitura sobre gestão e muita análise das ações diárias e seus resultados imediatos, fizeram com que nos tornemos eficazes, proporcionando experiência e nos dando capacidade de gestão. 

O fato de ser mulher dificultou seu caminho? O acúmulo de atividades, torna mais árduo e cansativo nosso dia a dia. Mas nos tornamos seres em constante evolução, pela necessidade de planejamento e organização, assim fazendo fluir nossas atividades e nos fortalecendo em nossas ações e funções, estimulando nossa capacidade de gestão.

Você é vista como exemplo de liderança. O que acha disso? Sinto-me feliz em poder contribuir. Tudo que a vida me proporcionou em experiências, contatos, conhecimentos, quero retribuir em trabalho em prol do bem-estar das pessoas que estiverem direta ou indiretamente ao alcance do resultado de meus atos.

Existiu ou existe algum critério para empregar mulheres no seu negócio? Sempre procuramos tratar com sensibilidade esta questão. Observar o momento em que estão vivendo, a necessidade da realidade diária para então oportunizar a vaga e a função, somando a experiência com treinamentos e apoio constante sobre as atividades a serem desenvolvidas. 

Na sociedade, você se envolve com questões relacionadas à mulher? Nossa sociedade é da cultura de nossas famílias a gerações. Estamos em constante evolução, mas, várias situações vivenciadas em família e no contexto social onde estamos inseridos, mostram ainda um contexto machista. Muitas vezes as ponderações por nós demonstraras existem para nos poupar de um desgaste ainda maior, sem contribuição positiva para nosso bem-estar, mas de certa forma também contribuindo para nosso crescimento pessoal com equilíbrio e seleção de sentimentos. Já evoluímos bastante na conquista do nosso espaço pessoal e profissional, mas ainda há muito espaço para que possamos colocar em prática na gestão pública nossos dons provindos desde a maternidade. Enquanto gestora, procuro oportunizar momentos e reflexão, fortalecimento da autoestima e reconhecimento profissional a todas as mulheres que fazem parte do contexto da rede de contatos. Acredito que cada uma da sua forma, do seu jeito, contribui, até vimos de realidades adversas. Algumas com contribuições mais significativas e intensas, outras menos, mas que num contexto amplo, forma uma sociedade mais justa e sólida, pois todas trazem na sua essência a estrutura guerreira, cada uma na sua realidade. A sociedade desperta de forma distinta o crescimento potencial de cada mulher e da forma que se apresenta esse potencial é que impacta mais ou menos, nos âmbitos de vivência.

Quais conselhos daria às empreendedoras? A estas mulheres que sentiram despertar dentro de si o empreender, sigam sempre seus sonhos, busquem informações para efetivar a viabilidade e persevere. As vezes leva tempo, mas com planejamento, organização, qualidade e muita dedicação, o sucesso com certeza virá. Faça certo porque é certo, e com certeza o caminho será de crescimento. Acredite na sua capacidade, busque ajuda e não desista jamais. A crença com fé, nos auxilia. Há um Deus que nos fortalece, basta fazermos a nossa parte. Que mulheres se encorajem ainda mais a participar da construção do poder público, e que a sociedade reconheça o empoderamento da mulher como uma força construtiva, sensível e conhecedora da realidade do núcleo familiar, formador do contexto social onde estamos inseridos. Feliz Dia da Mulher! Parabéns às Mulheres que buscam fazer a diferença na defesa do bem comum!

A Câmara da Mulher Empreendedora de Irati atua para dar apoio à mulher dentro do ramo comercial, também em defesa dos direitos e valorização da mulher na sociedade e, desenvolve, junto a Fecomércio planejamento relacionado a causas sociais.

Presidente Tirciana Strege Bini
Vice-presidente Jussara Harmuch
Diretoras
Ana Paula Fornazari Hessel
Amanda Gryczynski
Daniele dos Reis Campos
Franciani Fernandes Galvão Mulina
Letícia Torres
Luciana Ternoski
MarLa Adriano da Silva
Melissa Hladczuk Zanlorenzi
Rosni Rodrigues de Oliveira Hubler