Publicidade Topo

notícias

Eleição do SISMI é adiada pela segunda vez

Pleito estava marcado para essa quarta-feira, dia 10, mas foi transferido para 7 de abril em virtude das medidas de combate ao coronavírus 

Três candidatos concorrem à presidência do SISMI. São eles: Nilton Sérgio Olenik dos Santos, Matheus da Silva Muller e Elton Ênio Fillus. Foto: Vânia Andrade

A eleição do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Irati (SISMI) foi adiada pela segunda vez. O pleito estava marcado para ocorrer nesta quarta-feira, 10, mas foi transferido para 7 de abril em virtude dos decretos do governo estadual e da prefeitura de Irati, que estabeleceram medidas de combate ao coronavírus. Inicialmente, a eleição ocorreria no dia 3 de março. Porém, ela havia sido remarcada para uma semana depois que o Governo do Estado determinou que as atividades não essenciais fossem paralisadas como forma de evitar a circulação de pessoas e diminuição do número de casos da Covid-19.

As regras da eleição permanecem as mesmas definidas em edital no dia 8 de dezembro comunicando a realização do pleito. O horário de votação será das 8 às 17 h. Já os locais de votação serão a sede do SISMI (na Avenida Vicente Machado), da Prefeitura, o Centro Administrativo Municipal (CAM), os prédios administrativos das secretarias municipais de Educação e Saúde e o Pátio de Máquinas, no bairro Rio Bonito. A utilização de urnas volantes foi descartada em razão da pandemia e a possibilidade de contaminação dos trabalhadores por conta da circulação do material. 

Três candidatos concorrem à presidência. Nilton Sérgio Olenik dos Santos, o “Niltinho”, é o candidato da chapa “Renovação e Transparência”; Elton Ênio Fillus concorre à reeleição pela chapa “Quem Tem Esperança Sempre Alcança”; e Matheus da Silva Muller é o candidato da chapa “União e Força”. 953 pessoas poderão participar do processo de votação. Para votar é necessário apresentar documento de identificação, como RG ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para ter direito a voto, o servidor precisa estar filiado ao SISMI. 

 Quer receber notícias locais?