Publicidade Topo

notícias

Acidente envolve dois motoristas sem CNH

Acidente não teve vítimas. O condutor de um dos carros foi detido por embriaguez ao volante

Foto: PM/Divulgação

Um acidente de trânsito envolveu dois motoristas sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no bairro Blumenau, em Teixeira Soares, na noite de sábado, 6. A colisão traseira ocorreu na rua Laudia Traudi Demarch, por volta das 19h25. Os veículos envolvidos foram um Fiat Palio e um Gol. Não houve vítimas. 

A condutora do Palio, de 35 anos, realizou o teste do bafômetro com resultado negativo para ingestão de álcool. Já o motorista do Gol, de 23 anos, teve resultado 1,0 mg/l de álcool no organismo. Sendo assim, ele foi detido e encaminhado para a Delegacia de Teixeira Soares. Já os carros foram liberados no local. 

Ainda em Teixeira Soares, policiais constataram que estava ocorrendo uma festa com aglomeração de pessoas na rua João Negrão Junior, na noite de sábado, 6. O responsável pela casa foi orientado sobre as medidas de prevenção coronavírus e se prontificou de encerrar a confraternização. Em Rebouças, a PM deu apoio a Vigilância Sanitária na verificação de denúncias de aglomerações. Moradores e donos de estabelecimentos comerciais foram orientados. Alguns proprietários de estabelecimentos foram notificados pelos agentes sanitários. 

Em Rio Azul, policiais realizavam abordagem a algumas pessoas na Avenida Manoel Ribas, no início da madrugada de domingo, 7, quando uma moto passou pelo local em alta velocidade. O condutor não obedeceu a ordem de parada, desviou dos policiais e fugiu. Segundo a PM, o motociclista cruzou a preferencial e ainda transitou pela contramão de direção. Ele foi abordado na rua das Orquídeas, onde estava tentando esconder a moto. Foi constatado que o rapaz, de 19 anos, não tem CNH e nem Permissão Para Dirigir (PPD). Por isso, a moto foi recolhida ao pátio do Destacamento da PM. 

 Quer receber notícias locais?

Em Imbituva, um homem descumpriu uma medida protetiva de afastamento da ex-mulher. Ele foi até a casa dela na Vila Brasil, na manhã de sábado, 6. Durante abordagem policial foi constatado que o homem deveria utilizar tornozeleira eletrônica. Indagado sobre isso, o morador disse que a tornozeleira havia rompido. Por isso, ele foi detido e conduzido para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa. 

A PM de Imbituva também auxiliou a Vigilância Sanitária no trabalho de vistorias e abordagens em estabelecimentos comerciais e residências em vários bairros da cidade como Vila Brasília, Cartoom, Miraluz, Vila Cabral, sede da Associação Atlética Imbituvense e também no interior nas comunidades de Valinhos, Apiaba, e Morro das Pedras. Conforme denúncias, festas e reuniões de pessoas estavam acontecendo nesses locais. 

Em Ivaí, policiais receberam ligações informando que estava acontecendo uma festa com aglomeração de pessoas e som alto numa residência no início da madrugada de domingo, 7. Durante deslocamento, os policiais constataram que era possível ouvir o som a mais de 200 metros.  As pessoas que estavam no local saíram correndo para os fundos da casa e pularam um muro ao perceberem a chegada da viatura. A PM realizou a apreensão do aparelho de som. Três pessoas foram abordadas e assinaram Termo Circunstanciado. 

Em Inácio Martins, policiais abordaram um motociclista sem CNH na noite de sábado, 6. Por volta das 20h30, uma equipe realizava patrulhamento na rua Castelo Branco, quando observou que a moto seguia em alta velocidade e na contramão da direção. A viatura teve que desviar pelo acostamento para evitar um acidente. De acordo com a PM, o condutor da moto não estava usando capacete. Na primeira tentativa de abordagem, o homem fugiu em alta velocidade pulando lombadas e colocando em risco as pessoas que circulavam pelo local. O motociclista só parou em frente de uma residência na José Komar, no bairro Cohapar. O homem foi conduzido para o Destacamento da PM para assinar o Termo Circunstanciado. A moto estava com a documentação regular e foi liberada para um condutor habilitado. 

Em outra ocorrência em Inácio Martins, uma pessoa também assinou Termo Circunstanciado por infringir as regras de combate ao coronavírus. Policiais receberam uma denúncia que estava acontecendo uma festa na Vila Nova, na noite de sábado, 6. Uma equipe da PM de Irati e funcionários da vigilância sanitária e da prefeitura de Inácio Martins prestaram apoio na verificação. Ao perceber a presença dos policiais, um homem correu em direção ao matagal. Segundo a PM, foram abordadas 15 pessoas, mas nenhuma usava máscara. Além disso, eles estavam consumindo bebidas alcoólicas e fazendo uso do narguilé. Um homem que estava na casa assumiu ser um dos responsáveis pela festa. Por isso, ele foi conduzido para o Destacamento da PM para assinar o Termo Circunstanciado. Já as demais pessoas presentes no local foram orientadas para se retirarem.