Publicidade Topo

notícias

Princípio de rebelião aciona forte esquema policial na delegacia de Irati

Presos se rebelaram depois que jovem foi preso em flagrante tentando entregar drogas e celulares aos detentos/reportagem Paulo Sava

Rebelião na Delegacia da Polícia Civil de Irati neste domingo, 28. Imagem Paulo Sava/Najuá

Um forte aparato de segurança composto por equipes da Polícia Militar (PM), Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM), Departamento de Execução Penal do Paraná (DEPEN), Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal, foi acionado no início da manhã deste domingo, 28, para conter uma rebelião dos detentos na Delegacia da Polícia Civil de Irati.

Segundo informações da Polícia Civil, por volta das 4 h, um agente do DEPEN identificou uma movimentação no estacionamento da Delegacia. Em seguida, dois investigadores que estavam de plantão e o próprio funcionário do DEPEN foram averiguar a situação. Eles constataram que um jovem, de 19 anos, havia pulado o muro da Delegacia e estava com 12 celulares, uma quantia de tabaco e maconha. Os objetos seriam entregues para os presos. O rapaz tentou fugir, mas foi contido pelos policiais. 

Com isso, os detentos se rebelaram em função da prisão do “avião do tráfico”. Ele foi detido em flagrante e está à disposição da justiça. Os funcionários da Polícia Civil e do DEPEN conseguiram conter a tentativa de fuga dos presos até a chegada do reforço das equipes da Guarda Municipal, PM e grupo da Seção de Operações Especiais (SOE/DEPEN). Várias portas, paredes, grades e câmeras de segurança foram danificados pelos detentos. Em razão do fato, os presos da ala chamada de “fundão” foram transferidos para outras cadeias do Estado. 

A Tenente da PM, Gisleia Aparecida Ferreira, conversou com a reportagem da Najuá e contou que por volta das 10 horas a situação já estava sob total controle. “A PM foi acionada no início da manhã para conter um princípio de rebelião, foi isolado o local, acionado o SOE do DEPEN, a ROTAM, e foi contido, está encerrado”, disse a policial. 

Não houve registro de feridos e nem de incêndio. As equipes dos bombeiros e Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (SIATE) foram acionadas apenas por precaução, segundo a tenente. 

O assessor de segurança do DEPEN, Alisson Souza de Andrade, contou outros detalhes da ocorrência. “Houve uma tentativa de arremesso [invólucro] de fora para dentro da delegacia e no invólucro tinha celulares [dez aparelhos], drogas, fumos caiçara. Quando os detentos souberam que [o arremesso] não teve êxito, começaram a se rebelar. Não teve reféns. Não teve ninguém machucado. As grades não foram tiradas, apenas alguns caixilhos das portas de acesso às celas”. 

Presos danificaram celas da Delegacia. Foto: Polícia Civil

Buraco foi encontrado na parede. Foto: Polícia Civil

Equipe da Rotam foi chamada para controlar o princípio de rebelião. Foto: Polícia Civil

Jovem tenta entregar drogas e celulares aos detentos. Foto: Polícia Civil

Presos foram transferidos depois de danificarem celas. Foto: Polícia Civil