Publicidade Topo

notícias

Morador de Imbituva é morto com golpes de faca e disparos de arma de fogo

Mãe foi até a casa do filho e encontrou ele morto. Ocorrência foi registrada na Vila Zezo, em Imbituva

Corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Ponta Grossa. Foto: Diário dos Campos/Arquivo

Um homem foi assassinado com golpes de faca e dois disparos de arma de fogo na Vila Zezo, em Imbituva, no domingo, 31. Uma moradora acionou a Polícia Militar depois de chegar na casa do filho e encontrá-lo morto. A vítima foi identificada como Iverson José da Silva, de 37 anos. A PM constatou que o homem foi baleado e atingido com golpes de faca na região do tórax. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa. Iverson trabalhava como Auxiliar de Serviços Gerais e era natural de Guarapuava. Ele residia na Vila Zezo, em Imbituva

Ainda em Imbituva, um homem agrediu a ex-namorada. O agressor foi até a casa da vítima e acertou um chute no carro onde ela estava. Logo depois, ele atingiu um soco no rosto da mulher, segurou forte seu braço e o pescoço. O autor das agressões fugiu e não foi localizado. Já a vítima afirmou que é ameaçada com frequência. O homem teria dito que a ex-namorada vai morrer e pagar pelo que fez. Além disso, ele costuma procurar a mulher em seu local de trabalho.

Em outra ocorrência, uma mulher procurou o 3º Pelotão da PM de Imbituva para registrar o desaparecimento do marido. Ela afirmou que ambos estavam recolhendo lenha cerca de 300 metros da residência do casal por volta das 14 h de domingo, 31. Em um determinado momento, a mulher foi para sua casa e o marido permaneceu no local. Por volta das 20 h, a moradora estranhou a demora do homem e saiu procurá-lo com ajuda de vizinhos. No entanto, ele não foi encontrado. O homem estava usando camisa vermelha, calça preta, boné e botina. A mulher disse que o marido costuma ter convulsões e apresenta algumas crises. Quando isso ocorre, ele desmaia e não consegue lembrar quem são seus familiares quando recupera a consciência. Policiais e integrantes da Defesa Civil realizaram buscas, mas não localizaram o homem.

Já em Ivaí, uma mulher comunicou a PM que estava retornando para sua residência quando foi abordada por um homem, que lhe agrediu com apertos em seu pescoço. Ele chegou a arrastar a mulher pelo braço até a sua casa. Além disso, ele xingou a mulher. A vítima foi orientada sobre os procedimentos a serem adotados.

Quer receber notícias locais?