Publicidade Topo

notícias

Prefeito de Inácio Martins diz que crise da Covid-19 será seu principal desafio

Júnior Benato afirmou que eleitos precisam ter coragem no enfrentamento à pandemia

Edemétrio Benato Júnior, do PSD, e Kleverson Perussolo, o Klevinho, do DEM, foram reeleitos para mais quatro anos à frente da Prefeitura de Inácio Martins. Foto Reprodução Facebook

O prefeito reeleito de Inácio Martins, Edemétrio Benato Junior (PSD), o vice-prefeito Kleverson Perussolo, o Klevinho (DEM) e os vereadores eleitos foram empossados em sessão solene na última quinta-feira (31), na Câmara Municipal. 

Em seu discurso, Benato ressaltou que seu principal objetivo é o enfrentamento da crise causada pela Covid-19. “Neste mundo existe tempo para tudo. Tempo de plantar, de colher, de aprender, de ensinar, de nascer e de nos despedir dessa vida. Infelizmente vemos que muitas vidas estão sendo ceifadas por essa pandemia. Devemos ser muito maiores do que isso. Devemos ter coragem, enfrentamento, e fomos eleitos para isso. Fomos eleitos para dar resposta em tempos difíceis”, afirma.

Quer receber notícias locais?

O prefeito comentou que várias benfeitorias foram feitas em Inácio Martins no mandato anterior, mas reconhece que o município ainda precisa de serviços básicos para a população. “Olhe a vida que levamos, o que construímos juntos, olhe o que a Câmara de Vereadores nos auxiliou a construir para esse município. Veja a mudança, as coisas boas que estão acontecendo, mas ainda falta muito. Falta o básico, que é a rede de saneamento, para muitas casas; falta a acessibilidade para o cadeirante, a calçada para o pedestre, a casa para quem não tem oportunidade. O bom emprego do dinheiro público faz a diferença”, descreve. 

Além do prefeito e do vice, tomaram posse também os vereadores Edmundo Vier, o Dimas (PSD), com 364 votos, Élcio Wszolek, o Professor Élcio (PV), com 272 votos, Gilberto Bello da Silva (PSD), com 378 votos, Ismael Cesar Padilha (PSD), que foi o mais votado com 54 votos, João Devarci Prestes (PSB), com 235 votos, Jorge Ferreira de Almeida, o Jorge Boeira (PSD), com 322 votos, Júlio Armando Canido Mendez, o Dr Júlio (PV), com 313 votos, Laurici José de Oliveira (PODEMOS), com 303 votos, e Marino Kutianski, o Marino MK (PSB), com 325 votos.