Publicidade Topo

notícias

PM apreende espingardas em Ivaí

Segundo a Polícia Militar, proprietário pegou as armas após se desentender com dois irmãos dentro de um bar

Foto Polícia Militar

A Polícia Militar (PM) apreendeu duas espingardas de calibres 22 e 32 na tarde de ontem, em Ivaí. A solicitante informou que seus irmãos se desentenderam com outro homem em um bar. Após o desentendimento, o suspeito teria dito que iria até sua casa para pegar uma arma de fogo. Com os irmãos em casa, a mulher temia que o homem fosse procurá-los e acionou a PM. Quando os policiais chegaram à encruzilhada que liga as comunidades de Rio dos Índios e Chapada, receberam a informação de que havia um homem na beira da estrada com duas espingardas e que ele estaria vestindo uma camiseta cinza e um calção azul. Foram feitas buscas, mas o suspeito não foi localizado.

Depois, já na residência dele, sua esposa informou que ele havia saído. Ela confirmou que o marido levou as duas espingardas. Policiais seguiram as buscas por matas e plantações próximas, mas não encontraram o homem.

Logo depois, a equipe foi até a casa dos solicitantes, que confirmaram a briga. Em seguida, os policiais retornaram à residência do autor, que também confirmou as informações. Ele afirmou que, depois que puxou um banco, um dos irmãos tentou golpeá-lo com um taco de sinuca na cabeça, mas acabou acertando seu braço. Em seguida, os irmãos teriam dito que pegariam uma arma e que apenas revidou dizendo que apanharia as suas também. O autor entregou as duas espingardas e disse que não tinha registro delas. Os envolvidos e as armas foram encaminhados para o destacamento de Ivaí, onde foi elaborado o boletim de ocorrência e depois foram levados para a Delegacia de Irati.

Quer receber notícias locais?

Em outra ocorrência, três pessoas ficaram feridas após um acidente de trânsito no cruzamento entre as ruas Timóteo Korélo e Pedro Komety, em Ivaí. Um automóvel Fiat Palio estava parado no cruzamento com avarias na parte frontal. Testemunhas disseram aos policiais que o condutor e mais duas pessoas foram encaminhados ao Pronto Atendimento. O outro veículo envolvido se evadiu do local. Em consulta ao sistema da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP), foi constatado que a placa do veículo estava registrada em um município diferente do que estava na tarjeta. O veículo foi recolhido ao pátio do Destacamento.

Em Rebouças, uma mulher informou à PM que sua filha estava sendo agredida pelo marido. No momento em que os policiais chegaram ao local, o autor fugiu. A vítima relatou que as ameaças e agressões são frequentes, e que já tentou se separar por diversas vezes. Porém, o marido a ameaça dizendo que vai tirar a guarda de sua filha e vai incendiar a residência com ela dentro.

Na residência, foi possível constatar que todas as portas estavam danificadas. A mulher informou que seu marido joga suas roupas no chão sempre que acontece uma briga. A vítima foi orientada a procurar a Delegacia da Polícia Civil para tomar as medidas cabíveis. Foi realizado patrulhamento, mas o autor não foi encontrado.

Em Rio Azul, durante patrulhamento pela Rua 14 de julho, a equipe da ROTAM visualizou uma motocicleta em atitude suspeita. Durante a abordagem, foi constatado que o condutor não tinha habilitação. A moto foi recolhida ao pátio do Destacamento por apresentar irregularidade no escapamento. O condutor foi liberado.

Em Irati, um homem informou à PM que expulsou um invasor de dentro de sua residência. Em seguida, o autor parou em frente à residência do solicitante com seu automóvel GM Vectra e ligou o som em volume alto, com o objetivo de perturbar o sossego. Ele ainda teria feito manobras perigosas no local. O homem fugiu do local antes da chegada da equipe.

Em Inácio Martins, no fim da noite de ontem, uma mulher compareceu no destacamento dizendo que teve uma discussão seguida de agressão com seu marido. Ela disse que ele estava armado com um facão. Na residência, o homem confirmou a discussão, mas negou que tivesse agredido fisicamente a mulher. Ela decidiu passar a noite na casa de sua mãe, para onde foi conduzida pelos policiais. Caso haja interesse, ela foi orientada a procurar a Delegacia de Irati para dar sequência ao boletim