Publicidade Topo

notícias

Ladislao Obrzut Neto é o 1º profissional de saúde a receber vacina contra a Covid-19 em Irati

Provedor da Santa Casa foi vacinado durante evento que marcou o recebimento de 1520 doses do imunizante para toda a região/Paulo Henrique Sava

Provedor da Santa Casa de Irati, Ladislao Obrzut Neto, foi o primeiro profissional de saúde a ser vacinado contra a Covid-19 na região. Foto: SECOM/Prefeitura de Irati

O provedor da Santa Casa de Irati, Ladislao Obrzut Neto, foi o primeiro profissional de saúde a ser vacinado contra a Covid-19 na 4ª Regional de Saúde. O ato foi registrado durante evento realizado na sede da entidade para recebimento das primeiras 1.520 doses da vacina Coronavac, que foram entregues na noite de terça-feira, 19. 

Em seu discurso, o médico lembrou que, mesmo com a vacinação, a população não deve deixar de manter as medidas de prevenção, como o uso de máscaras, álcool gel, lavagem constante das mãos e a manutenção do distanciamento social.

“Inicia-se (a vacinação) aqui, mas não podemos esquecer que a imunidade é adquirida mais tarde. Não podemos pensar que poderemos nos aglomerar, fazer festas e outras coisas como antigamente. A vida modifica-se a partir daqui. Espero que nós possamos superar esta pandemia através da vacinação em massa. Com mais de 70% da população vacinada, se Deus quiser, o vírus não vai ter mais atividade. Isto quer dizer que nós temos que ter paciência para a chegada das doses, e enquanto isso, não se aglomerem e usem álcool gel e máscara”, frisou. 

Do total de 1.520 doses, 597 foram destinadas para Irati. Segundo a secretária de saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, essa quantidade será suficiente para vacinar todos os profissionais de saúde. “Primeiramente vacinaremos o pessoal do Hospital e da hemodiálise nesta primeira etapa. Depois, esperamos que a vacina venha o quanto antes para a população. Está sendo muito gratificante, eu estou muito feliz, pois isto parece um sonho depois de mais de 10 meses que estamos aguardando e batalhando, e nada mais justo que os nossos profissionais de saúde sejam os primeiros a serem vacinados, pois estão sendo guerreiros nesta guerra. Todos os que estão à frente do enfrentamento da Covid-19 serão vacinados”, pontuou. 

Prefeita em exercício de Irati, Ieda Waydzik, e a secretária municipal de saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, ao lado da caixa com os imunizantes. Foto: SECOM/Prefeitura de Irati

Os profissionais de saúde receberão as vacinas em seus respectivos locais de trabalho, uma vez que a Unidade Sentinela foi transferida novamente para o Pronto Atendimento da Vila São João, pois o Ginásio de Esportes Fortunato Colaço Vaz, no Rio Bonito, foi inundado com as fortes chuvas de segunda-feira. 

Segundo informações da secretaria de Comunicação, a prioridade da aplicação das vacinas em Irati seguirá a seguinte ordem nesta primeira etapa da imunização: Idosos acima de 60 anos que moram em instituições de longa permanência caso do Asilo Santa Rita; Trabalhadores de Saúde da linha de frente de combate à Covid-19, profissionais que atuam no Pronto Atendimento Municipal, Unidade Sentinela Covid-19, SAMU, Siate, funcionários do serviço de hemodiálise, oncologia, serviço de resgate e remoção e pessoas com deficiência em residências terapêuticas.

Os documentos necessários para a imunização são CPF ou cartão SUS, carteirinha de vacina e comprovante de pertencimento aos grupos prioritários.

Quer receber notícias locais?

O diretor da 4ª Regional, Walter Henrique Trevisan, ressaltou a importância de se vacinar primeiro os profissionais que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

“São os profissionais da linha de frente os primeiros a serem vacinados, pois já estão há 10 meses encarando a pandemia na linha de frente, entregando e arriscando a sua vida para salvar vidas. Estes profissionais serão os primeiros, e não serão todos porque as vacinas estão sendo produzidas em escala e, conforme for o andamento da empresa, que já está com o processo de produção aumentado, com certeza estas doses vão aumentar”, comentou. 

A meta do Governo do Estado é de vacinar 4 milhões de paranaenses até maio. “Isto é um trabalho conjunto com os 399 prefeitos, secretários municipais de saúde e principalmente com todos os profissionais vacinadores dos municípios e da ponta, que estarão trabalhando arduamente neste período para poder levar a imunização e o combate à Covid-19 através da vacina”, frisou Trevisan. 

Para a presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amcespar) e prefeita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, a chegada das primeiras doses da vacina representa um marco na luta contra a Covid-19. 

“Temos muita esperança que este número de vacinas, que não é muito grande e veio para os profissionais de saúde logo seja acrescido de mais doses para atender o restante dos profissionais e também a população em geral. Estamos acompanhando o Plano Estadual de Vacinação, todos os municípios farão este acompanhamento de acordo com os grupos prioritários determinados pelo governo, e estaremos acompanhando de perto, principalmente à frente do CIS, toda esta campanha de vacinação, que tem uma previsão de durar 16 meses. Talvez tenhamos a sorte de conseguir as vacinas antes ainda e conseguiremos realmente combater esta pandemia que está prejudicando as nossas famílias, familiares e a sociedade em geral”, pontuou. 

Para Inácio Martins, foram destinadas 170 doses nesta primeira etapa. No entanto, para o prefeito Júnior Benato, a chegada das vacinas representa o começo da esperança da população de acabar com a pandemia o mais breve possível.

“Esta é a prova, a nossa vacina está aí, o governo do Paraná é eficiente. A nossa 4ª Regional estava lá posicionada, aguardando ansiosamente e agora a vacina já está nos nossos municípios. Os prefeitos estão aqui e vão levar para os seus municípios e começar realmente a vacinação. Se for para mostrarmos um contexto na efetivação e desenvolvimento da vacina, não importa o número, mas sim que ela está presente, foi autorizada pela ANVISA e está nos nossos municípios”, afirmou. 

Júnior Benato, presidente da Amcespar, Walter Henrique Trevisan, diretor da 4ª Regional de Saúde, e Cleonice Schuck, presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amcespar). Foto: Paulo Henrique Sava
A prefeita em exercício de Irati, Ieda Waydzik, acredita que a vacina representa o início de um retorno à normalidade da vida da população. “Estamos muito animados e esperançosos de que agora a nossa vida possa voltar um pouco ao normal, e a vacina é realmente o começo disso tudo. É claro que vai demorar um pouquinho, pois sabemos que são necessárias duas doses, depois teremos um tempo para vacinar toda a população, mas é um caminho para que possamos voltar para perto do nosso normal”, pontuou. 

O município de Teixeira Soares recebeu 84 doses, que serão aplicadas primeiramente em idosos que vivem no asilo da cidade e em profissionais da saúde. O secretário de saúde, Amauri Klossowski, destacou que a entrega das vacinas representa um momento significativo para toda a região. “A população está esperando ansiosamente a entrega destas vacinas e continua fazendo sua parte todos os dias, mantendo o cuidado com a prevenção, com o que tínhamos de solução. Agora, vindo a vacina, conseguimos dar uma esperança a mais para as pessoas. Esta esperança vem como a única tentativa de cura ou prevenção à Covid-19 neste ano tão difícil em que entramos”, frisou. 

Fernandes Pinheiro recebeu 39 doses da vacina. A secretária de saúde, Emanuelle de Matos, ressalta que este número não será suficiente para atender todos os 115 profissionais de saúde do município. “Fizemos seguindo a orientação da Regional de Saúde, atendendo aos critérios de prioridade. Selecionamos os profissionais que são vacinadores, atuantes diretamente no Centro de Atendimento à Covid-19, e que neste momento serão contemplados com a dose da vacina contra o Coronavírus. Neste momento estamos na fase número um, que atende os vacinadores, idosos de Instituições de Longa Permanência e seus trabalhadores, indígenas e profissionais que atendem casos suspeitos e confirmados de Covid-19”, pontuou. 

Mallet recebeu 82 doses da vacina Coronavac. O prefeito, Moacir Shinvelski, relatou que a expectativa para o início da campanha de vacinação é muito grande.“A expectativa e a emoção são muito grandes, pela esperança que nós temos pela frente, podendo viver, conviver e festejar depois deste período em que sofremos com a preservação contra a Covid-19”, comentou.

O município de Guamiranga recebeu 53 doses, Imbituva ficou com 240, Rebouças ficou com 84 e Rio Azul levou 131 doses. 

Confira no vídeo abaixo o momento da chegada das vacinas em Irati.