notícias

Kadesh deve iniciar atividades em Teixeira Soares até fim de 2021

Prefeitura de Teixeira Soares interrompeu trabalhos de terraplanagem no terreno por causa das chuvas, mas retornará com a melhora do tempo. Barracão abrigará a indústria de calçados Kadesh, que pode gerar entre 120 a 150 vagas de emprego

Terreno da prefeitura de Teixeira Soares foi cedido para instalação de barracões da empresa Kadesh. Foto: Divulgação

O município de Teixeira Soares retornará com os trabalhos de terraplanagem no terreno do futuro barracão, onde será instalada a empresa de calçados Kadesh. Os trabalhos foram interrompidos com as fortes chuvas da última semana. “Cessando essas chuvas, esse tempo, retornamos ao trabalho novamente da terraplanagem”, conta a prefeita interina de Teixeira Soares, Juliana Belinoski, que está comandando o Executivo durante licença de 30 dias do prefeito Lula Thomaz.  

A expectativa é que até o final do ano a obra esteja completa. “A previsão de todo o trabalho concluído é até o final de 2021. Mas a ideia é iniciar nesse primeiro momento com a terraplanagem, as construções dos barracões, e já até o final do ano conseguirmos trazer uma equipe para iniciar o trabalho aqui no nosso município”, disse Juliana.  

A instalação da empresa de calçados Kadesh no município poderá gerar entre 120 a 150 empregos diretos. O preenchimento das vagas será coordenado pela Agência do Trabalhador. O barracão está sendo construído em um terreno do município. Os recursos investidos são do Governo do Estado, no valor de R$ 700 mil, vindos com apoio do deputado estadual Alexandre Curi. No terreno, o município investiu um recurso de R$ 250 mil.

Segundo a prefeita interina, o município tem trabalhado para incentivar a geração de emprego e renda. Ela ainda esclareceu que a prefeitura está trabalhando para solucionar o problema jurídico que causou a suspensão do concurso público e que também deve abrir um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para preencher vagas ociosas. “Em junho desse ano que sairá o resultado. Nesse momento inicial, devido à falta de funcionários na prefeitura, nós vamos iniciar o processo do PSS ainda esse ano”, relata.

As vagas a serem preenchidas ainda estão em análise, mas ela adiantou que há diversas vagas na área de serviços gerais e para professores. A expectativa é que o PSS seja realizado até março.

Quer receber notícias locais? 

Pavimentações: Outro projeto para os próximos quatro anos é a pavimentação de toda a área urbana de Teixeira Soares. O objetivo é poder fazer a pavimentação asfáltica e poliédrica (com pedras).

Ainda não há recursos para a totalidade do projeto, mas já há ruas que estão recebendo pavimentação. “Nós iniciamos na comunidade de Ribeirão de Cima. Já estamos com um total bem extenso e estamos buscando ainda recursos para estar concluindo a obra”, disse.  As ruas dos bairros Blumenau e Cohapar, além de parte da Vila Nova também receberão pavimentação poliédrica.

As estradas rurais também estão recebendo projetos de pavimentação. Um dos mais importantes é o que envolve a pavimentação da estrada da Gruta, que liga até a BR-277. O projeto teve que ser remodelado novamente, já que há a previsão da construção de uma ponte. “A ideia era só alargar, mas vamos ter que conseguir fazer uma nova ponte, fazendo essa ligação. Então, agora o primeiro momento foi concluído, até a gruta. Agora temos a ponte e damos sequência. Em dezembro tivemos uma conversa com o secretário [de Estado da Infraestrutura e Logística] Sandro Alex, onde juntamente com o Alexandre Curi, nos garantiram mais R$ 4,5 milhões para a continuação da obra até a BR”, relatou Juliana. 

São 15 km que deverão ser pavimentados, sendo que já foram feitos 2,8 km. Ainda é necessário R$ 15 milhões para serem investidos. “A gente vai avançando conforme a gente vai conseguindo os recursos junto à Secretaria”, conta. 

Educação: As aulas da rede municipal de educação estão programadas para retornar nos dias 8 e 9 de fevereiro. As aulas continuarão sendo remotas, mesmo com a previsão de aulas de forma híbrida na rede estadual. De acordo com Juliana, ainda há impasse entre os pais sobre a questão. “Há uma discussão dos pais que acham que ainda não é o momento enquanto os professores ainda não forem imunizados”, disse. 

A prefeita interina também contou que a participação dos alunos nas aulas remotas foi boa, apesar de alguns casos pontuais que não tiveram uma participação ativa. “Mas foi bem interessante, os professores se empenharam bastante. Muitos até ligavam, às vezes não trazia o material para a escola, estavam atrás insistindo. Até porque o município é pequeno, todo mundo se conhece, até então foi tranquilo”, contou. Assim como em outros municípios, os alunos de Teixeira Soares, especialmente no interior, também tiveram problemas com internet. Os alunos acabaram recebendo materiais impressos com atividades.

Saúde: O município de Teixeira Soares recebeu cerca de 134 doses de vacinas contra o coronavírus, sendo 84 doses na primeira remessa e 50 doses na segunda. A prioridade foram os 17 idosos do asilo e seus cuidadores. “A primeira parte que foi vacinado foi o pessoal do asilo. 100% dos idosos já estão vacinados e os cuidadores também. Foi vacinado o pessoal do hospital e partes da unidade de saúde. Mas ainda tem 20% da nossa saúde que precisa ainda tomar a vacina”, relata Juliana. 

Os atendimentos aos casos suspeitos estão sendo feitos na nova unidade de saúde ao lado do hospital, que funciona como unidade sentinela. O horário de atendimento é das 7 às 18h. O município ainda recebeu R$ 1.260.461,32 do Governo Federal, que foram investidos na área de saúde.

Feira do Produtor: Outro projeto que deve ficar pronto neste ano é a Feira do Produtor. “A Feira do Produtor já está praticamente concluída, a estrutura, o barracão. Agora nós temos o equipamento para colocar dentro dos barracões”, explica.  Reuniões estão ocorrendo para decidir como será o funcionamento da feira e quantos produtores participarão do projeto. A previsão é que a partir de março todo o barracão esteja concluído e em maio ou junho, já esteja em funcionamento. A construção da Feira do Produtor recebeu R$ 500 mil de recurso do Governo do Estado, com contrapartida do município de R$ 28.179,01.