Publicidade Topo

notícias

Homem é agredido com pedaço de madeira

Vítima não conseguiu ver quem lhe atingiu, mas acredita que tenha sido seu ex-enteado

Foto: Elio Kohut/Arquivo

Um homem foi agredido com um pedaço de madeira em Prudentópolis. O incidente foi registrado na Vila Mariana, na noite de quarta-feira, 27. O morador foi atingido no rosto no momento que estava saindo de sua casa. Ele não soube relatar quem foi o autor da agressão, mas acredita que tenha sido seu ex-enteado, que pode estar residindo na localidade de Palmital e tem uma rixa antiga. O homem agredido foi levado para o Pronto Atendimento Municipal por um conhecido. Ele foi orientado a registrar o Boletim de Ocorrência na Delegacia.

Na Linha Paraná ocorreu um desentendimento familiar na tarde de quarta-feira, 27. Uma mulher relatou que foi ofendida com palavras de baixo calão pelo cunhado. Em seguida, o homem empurrou a vítima, que caiu no chão. Logo depois, o ex-marido dela, que estava na roça, foi até a casa e disse que ela não poderia entrar para pegar seus pertences. A PM constatou que o casal está em processo de separação e que o ex-marido da vítima mantém a guarda provisória dos dois filhos do casal, que são menores de idade. Uma nova audiência para decidir quem fica com os filhos foi agendada para o dia 8 de abril. A vítima foi orientada a procurar um advogado para acompanhar o processo de separação e também o Conselho Tutelar para poder visitar as crianças com mais frequência. A mulher não quis representar contra o cunhado que lhe agrediu. Policiais acompanharam a vítima até a residência de alguns familiares na Vila Mariana.

Quer receber notícias locais? 

Na Linha Herval Fraqueza, policiais cumpriram um mandado de prisão. O homem detido foi conduzido para a Delegacia de Prudentópolis. Já em outra ocorrência na Vila Mariana na noite de quarta-feira, 27, a equipe do Choque da PM apreendeu drogas. Conforme denúncia anônima, algumas pessoas estavam utilizando uma residência para comercializar entorpecentes há alguns meses. Ainda segundo o denunciante, dois homens que usam tornozeleiras eletrônicas estavam vendendo drogas no local. Ao perceberem a chegada da PM, dois homens correram para dentro da casa. Os policiais entraram no pátio para realizar a abordagem, mas um dos suspeitos fugiu pela porta dos fundos. Durante a fuga ele arremessou um celular e uma embalagem plástica semelhante a utilizada para embalar drogas. Ao ser abordado, o homem tentou investir contra os policiais. Neste instante, a equipe ouviu a movimentação no outro lado do muro de uma pessoa correndo. Porém, os policiais não conseguiram ver quem era em função da altura do muro e da resistência do homem abordado. 

Após conseguir imobilizá-lo, a PM teve acesso a parte superior do muro, mas só encontrou um celular no local. Em busca pessoal no homem detido foi encontrada uma porção de crack e outra de maconha. Na sequência, um outro homem foi abordado. Ao entrar na casa, ele foi até o banheiro e puxou a descarga. Com isso, não foi possível verificar o que ele jogou no vaso sanitário. O homem também investiu contra os policiais com socos, chutes e empurrões para tentar impedir que eles entrassem no banheiro. Ele manteve essa atitude até o pátio da residência. Lá estavam duas mulheres que tentaram tirá-lo de perto dos policiais e incitaram os vizinhos contra a equipe. A PM conseguiu conter os envolvidos e realizou várias buscas. Um celular foi encontrado em um pátio ao lado da casa. Esse objeto havia sido dispensado por um dos homens abordados. Todos os envolvidos na ocorrência foram encaminhados para a Delegacia, assim como a droga e o celular apreendidos.