notícias

Engavetamento deixa duas pessoas feridas

Colisão envolveu quatro veículos na BR 376, em Ponta Grossa, na tarde de terça-feira, 05 

Foto Divulgação PRF

Um engavetamento entre quatro carros deixou duas pessoas feridas em Ponta Grossa. O acidente foi registrado no início da tarde de ontem pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na altura do km 492 da BR 376. A colisão envolveu quatro veículos, sendo um Fiesta, um Escort, uma Hilux e uma Pajero. Os automóveis seguiam no sentido norte quando um deles reduziu a velocidade por causa de um cone que havia sido deixado sobre a faixa da esquerda. Em seguida, ele foi atingido pelos demais veículos, ocasionando o engavetamento.

O passageiro do Escort, de 23 anos, tece ferimentos leves e foi encaminhado por terceiros ao hospital. Outra passageira, de 46 anos, que estava na Pajero, foi atendida e liberada no local. A pista ficou interditada parcialmente, formando um congestionamento de 5km. A liberação total ocorreu por volta das 14h30min.

Quer receber notícias locais?

Mais cedo, um automóvel saiu da pista e capotou na altura do km 470 da mesma rodovia. Segundo a PRF, um Gol com placas de Curitiba seguia no sentido a Telêmaco Borba. No momento em que tentou fazer uma curva acentuada em declive à esquerda, o condutor perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e capotou várias vezes, indo parar a 82 metros da via, em uma área de vegetação.

Dos quatro ocupantes do veículo, duas passageiras, de 20 e 21 anos, que estavam no banco traseiro e sem cinto de segurança, tiveram lesões graves e foram atendidas pelas equipes do SIATE, SAMU e da concessionária responsável pelo trecho. O condutor, de 21 anos, e um outro passageiro, de 21 anos, tiveram ferimentos leves, foram atendidos no local e recusaram encaminhamento ao hospital. O motorista fez o teste do bafômetro, que apontou resultado negativo para ingestão de álcool.

O veículo ficou bastante danificado. Depois de feita a vistoria e a consulta ao sistema da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP), o carro foi devolvido para o motorista. Porém, ele recebeu um auto de infração porque sua CNH tinha categoria A, que o autoriza apenas a conduzir motocicletas. 

Foto Divulgação PRF