Publicidade Topo

notícias

Unidade de Coleta e Transfusão de Irati se prepara para reforçar estoque no fim de ano

Haverá coletas programadas com horário estendido até à noite. Doações podem ser agendadas por telefone e WhatsApp

Bolsas coletadas em Irati também são destinadas para outras regiões do Estado. Foto: Rodrigo Zub/Rádio Najuá

Com a proximidade do fim de ano, a Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) de Irati está se preparando para reforçar o estoque. Já há coletas programas para acontecer com horários estendidos até à noite. 

O chefe do Hemepar de Irati, Amauri Kubaski, explica que o objetivo é atender doadores que estão em uma lista de espera e que não conseguiram ainda fazer a doação. “Provavelmente nós teremos uma coleta estendida no dia 16 ou dia 17. Nós ainda marcaremos com a equipe para atender esse pessoal que está na lista de espera desse ano para que consigamos atender todos este ano. E para estes municípios vizinhos, nós provavelmente dependemos muito da programação da Hemepar, que tem feito coletas no domingo também, porque você sabe que no final do ano, infelizmente as pessoas viajam muito e todos nós vimos as campanhas em todos os núcleos de coleta de sangue do Brasil que é necessário ter um estoque de sangue considerável”, explica. 

Apesar do reforço para o fim de ano, o estoque do banco de sangue em Irati e região é considerado satisfatório. “O que nos surpreende que na nossa região muitas pessoas jovens estão vindo lá pela primeira vez. São muitas mesmo, todos os dias, isso a gente fica muito feliz porque os doadores assíduos, nós sabemos que eles mesmo agendam sua coleta normal. Mas aqueles jovens que acessam as redes sociais estão vindo muito e isso hoje faz com que os estoques da nossa unidade, pelo tamanho da unidade de Irati, estão sempre normais”, conta. 

Para facilitar as doações neste período, o Hemepar de Irati realizou algumas modificações nos horários de atendimento.  Um deles é para quem trabalha no horário comercial. “Aquelas pessoas que não podem doar durante o horário comercial porque trabalham, nós também promovemos coletas estendidas. Em algum sábado, quando decidimos qual equipe pode coletar, principalmente para regiões de fora de Irati, e à noite também, a gente estende das 17h até às 21h, 22h, conforme tenha doador”, relata Amauri. 

Quer receber notícias locais? 

A triagem também foi estendida, podendo ser realizada até às 16h. A médica responsável pelo Hemepar de Irati, Larissa Mazepa, explica que a única exceção é de quem realiza a primeira doação. “Existe uma situação especial que são os doadores de primeira doação que pedimos que eles venham até às 15h30, porque se por acaso o doador de primeira vez passar mal, ele precisa pelo menos ficar uma hora e meia, duas horas na unidade”, conta. 

Outro trabalho que continua é com grupos de captadores e de doadores de outros municípios. Amauri conta que as coletas são realizadas respeitando o distanciamento. “Quando um município vem, nós não procuramos juntar outros municípios. Fazemos escalas. Tipo, Guamiranga num dia, Rio Azul em outro. Para que possamos respeitar a questão de distanciamento, para que as pessoas tenham segurança. Mesmo dentro da unidade quando é feito o processo de cadastro, de triagem, nós mantemos salas separadas e alguns na recepção até que o processo todo seja feito com segurança”, explica.

Para realizar a doação de sangue, é preciso agendar no telefone (42) 3422-3119 ou pelo WhatsApp (42) 9 9955-3539.

Texto de Karin Franco, com reportagem de Rodrigo Zub