notícias

Sindicato repassa orientações para agricultores que renegociarão preço da soja

Em entrevista à Najuá, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Irati, Alceu Hreciuk, explicou como deve ocorrer as negociações

Alceu Hreciuk falou sobre negociação do preço da soja em participação no Meio Dia em Notícias. Foto: Jussara Harmuch

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Irati, Alceu Hreciuk, repassou mais informações sobre a renegociação de valores da venda da soja. Agricultores que assinaram o contrato antes da pandemia, podem tentar rever o preço de venda, que está mais alto. Segundo o presidente, cerca de 70% da safra de Irati foi negociada antecipadamente. 

Confira o áudio da reportagem no fim do texto

O Sindicato está auxiliando produtores que pretendem renegociar este preço. “Muitos contratos foram feitos a R$ 90 a saca e alguns a R$ 100. Como deu a pandemia, o dólar subiu lá em cima, a falta de produto no mercado mundial, então hoje nós temos um preço médio da soja a R$ 160. Ultrapassando mais de 50% do valor”, afirma Alceu. 

A ação não é coletiva e cada agricultor irá renegociar o preço individualmente. O sindicato possui um advogado que poderá dar orientações para os agricultores. “A gente tem os nossos advogados e em conversas, nós vamos tentar essa renegociação de valores dos contratos da soja com as empresas multinacionais e cooperativas. Claro que aquele produtor que quiser entrar, em últimos casos, vai ser pedido até a anulação do contrato. Mas claro que no contrato tem algumas cláusulas que elas têm multas. Então, tem que ver como será feita a rescisão, para ver se vale a pena ou não. Mas hoje, no valor que está, está valendo a pena”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.  

Como o processo é individual, os agricultores terão o custo do Fórum e do advogado, que cobrará uma porcentagem ao final do processo, caso ganhe. “Mas ainda hoje fazendo todas as contas, vale a pena ainda fazer essa renegociação ou anulação do contrato”, disse.

Quer receber notícias locais?

Os preços no início dos contratos são estabelecidos pelas empresas. Em algumas situações, o contrato pode ser vantajoso, já que o preço da saca de soja é baseado na bolsa de Chicago. Com a fixação do preço de venda antes da safra ser plantada, o produtor pode se beneficiar das altas do mercado. “Eu, particularmente, numa época eu recebi o contrato a R$ 80 e vendi o resto a R$ 76, R$ 77. Então, já houve [diferença], mas não tanta diferença quanto houve agora. Já houve diferença para cima. Contrata R$ 80 e a soja estava a R$ 90”, comentou Alceu, que é produtor de soja e contou como acontecem as negociações. 

Ele ainda explica que a orientação para os agricultores é que apenas 50% da safra tenha o preço fixado antes do plantio. “Esse ano não dá para entender o que houve, que houve um pouco mais dessa contratação do que 50% da produção que ele vai colher lá em fevereiro, março e abril”, relata. 

Aumento do dólar e falta de matéria do mercado são alguns dos motivos do aumento do preço. Esses motivos também fizeram que o custo de produção se elevasse. “Com a questão do dólar, os insumos subiram demais. Essa é nossa preocupação com os nossos agricultores porque o custo de produção aumentou bem também para essa próxima safra que está vindo aí”, explica Alaceu. 

Plantio

Com o plantio da soja terminado recentemente, a expectativa é que a próxima safra seja tão boa quanto a última. “Ela está com o desenvolvimento muito bom. O clima está correndo excelente na nossa região. Então, está se desenvolvendo bem”, disse. 

Diferente do feijão e do milho, a cultura de soja não foi prejudicada pelo período de estiagem recentemente. As chuvas recentes têm ajudado no desenvolvimento da planta. 

Mais informações

Quem estiver interessado na renegociação pode entrar em contato com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Irati levando os seguintes documentos: contrato, identidade, CPF, comprovante de residência e certidão de casamento (se houver).

O Sindicato está localizado na rua 15 de Novembro, nº 783, ao lado da Biblioteca Municipal de Irati. O horário de atendimento é das 8h às 11h30 e das 13h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira. O advogado estará presente às segundas-feiras para dar mais orientações.  O telefone para contato é (42) 3422-4484.