Publicidade Topo

notícias

PM registra vários furtos em Irati

Em várias situações, bandidos arrombaram janelas e reviraram residências

Foto: Divulgação PM

A Polícia Militar registrou vários furtos em Irati nas últimas horas. O primeiro caso ocorreu no início da tarde de ontem na Rua João Grechinski, no bairro Rio Bonito. A vítima relatou que se ausentou de casa e quando retornou, encontrou uma janela arrombada e o imóvel revirado. Do local, foi levada uma certa quantia em dinheiro e cheques. 

Pouco depois, na Rua Hilda Amaral Visinoni, no bairro São Pedro, ao chegar em casa, uma mulher percebeu que uma janela havia sido arrombada e o local estava revirado. Foram levados dinheiro, um relógio de pulso e um perfume. Vizinhos disseram que não viram nada de anormal no local. 

 Já na rua Caetano Zarpellon, no Rio Bonito, a solicitante percebeu que a janela de sua casa estava arrombada e o imóvel todo revirado. Do local, foi levado um celular. Foram feitas buscas nas imediações, mas nenhum suspeito foi localizado. 

Quer receber notícias locais?

Ainda em Irati, solicitações davam conta de que estava ocorrendo uma situação de rixa na Rua João Bader Maluf, bairro Floresta. Dois homens abordaram os policiais e disseram terem sido ameaçados por familiares e vizinhos. Eles relataram que os conflitos são frequentes e que já existe um processo judicial em relação a isto. Na presença da PM, os envolvidos se exaltaram e começaram a proferir palavras de baixo calão e ameaças, não sendo possível identificar as causas do ocorrido. Cinco pessoas foram levadas para a sede da 8ª Companhia, onde foi elaborado o Termo Circunstanciado.

Em Inácio Martins, um idoso compareceu ao destacamento relatando que, quando chegou em sua residência, percebeu que ladrões haviam levado duas baterias de 150 amperes de seu caminhão.

Em Fernandes Pinheiro, um morador de Angaí informou que estava sendo ameaçado de morte por uma pessoa, que estava conduzindo um veículo Fox de cor vermelha. Policiais fizeram buscas, mas não localizaram o automóvel. 

 Já em outra situação, uma mulher relatou que foi ameaçada pelo seu marido no sábado, e que ontem ele tentou agredi-la. Porém, no local, ela se contradisse e informou que o casal apenas discutiu e que não houve agressão. Por isto, ela não quis representar contra o marido.