Publicidade Topo

notícias

Mulher é presa por descumprir medida protetiva e cometer injúria racial

Segundo a Polícia Militar (PM), suspeita agrediu um idoso e proferiu palavras de baixo calão contra seu filho

Foto Polícia Militar

Uma mulher foi presa por descumprir medida protetiva e por cometer injúria racial na tarde desta quinta-feira, 24, em Teixeira Soares. O solicitante relatou à Polícia Militar (PM) que ela chegou à residência de seu avô. O idoso disse ao neto que ela supostamente estava armada com um revólver. O rapaz apresentou aos policiais cópias do documento que comprova a solicitação de medidas protetivas de urgência do afastamento da mulher e da proibição dela se aproximar a menos de 200 metros do senhor. 

Quando a PM chegou, a mulher ficou nervosa, se levantou da cadeira e passou a gritar com os policiais, dirigindo-se a eles de forma desrespeitosa e ofensiva. Foi necessário o uso de algemas para contê-la. O idoso relatou à Polícia que, ao chegar em sua residência, a autora fez menção de estar armada, mostrando um volume em sua cintura. Após uma discussão, ela agrediu o homem com um chute na perna e causou incômodo no decorrer da noite. Ela ainda fez ameaças de morte ao idoso e ao neto.

Policiais foram até a residência do idoso, mas não encontraram nenhuma arma. No local, estava apenas o filho dele, que tem problemas psicológicos. Quando o rapaz se aproximou da mulher, ela passou a ofendê-lo com palavras racistas e de baixo calão. Todos os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil.

Outro caso de descumprimento de medida protetiva foi registrado em Imbituva. A PM se deslocou até o Pronto Atendimento Municipal. No local, uma mulher informou que seu ex-marido, contra o qual possui medida protetiva, chegou em sua casa embriagado e com um galão de gasolina. Ele ameaçou atear fogo na residência e matar todos os que estavam no local queimados. Porém, quando o homem tentou acender um fósforo, acabou se queimando, mas conseguiu fugir do local em uma motocicleta.

Posteriormente ele retornou armado com um facão e começou a ameaçar os moradores, desferindo um golpe na mão de um homem que tentou impedi-lo de prosseguir com as ameaças. Outras pessoas o desarmaram, fazendo com que o agressor fugisse do local. 

Policiais foram até o Pronto Atendimento Municipal, onde encontraram o autor. A equipe médica informou que ele tinha queimaduras pelo corpo e ferimentos nos braços e ficaria internado em observação. Posteriormente, ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia.

Quer receber notícias locais?

Pouco depois, em outra ocorrência, a PM foi até a Rua Eleonora Scheidt Pupo, onde a solicitante informou que foi agredida pelo próprio marido. Outra pessoa tentou intervir na situação, mas também sofreu agressões. O autor foi preso e encaminhado com as vítimas para o Pronto Atendimento Municipal, onde foi elaborado o laudo de lesões corporais. Em seguida, todos foram levados para a Delegacia de Irati.

Em Rebouças, dois vizinhos entraram em vias de fato na tarde de quinta-feira. A ocorrência foi registrada na Rua Vitório Cruz, na Vila Facão. Moradores informaram que os envolvidos têm divergências pessoais há algum tempo. Após uma discussão, os dois acabaram brigando. Ambos foram encaminhados até o cartório do 2º Pelotão para elaboração do Termo Circunstanciado.