Publicidade Topo

notícias

Morador é advertido por desrespeitar toque de recolher e promover aglomeração de pessoas em residência

Ocorrência foi registrada na madrugada deste domingo, 27, em Irati

Foto Polícia Militar

Um morador de Irat, foi advertido por promover aglomeração de pessoas em residência e por desrespeitar o toque de recolher, estabelecido pelo município e pelo Governo do Estado entre 23h e 05 horas do dia seguinte, medida adotada como forma de combate à Covid-19. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar (PM) na madrugada de domingo, 27, por volta das 02h15min.

Durante patrulhamento pela Rua das Laranjeiras, na Vila São João, policiais avistaram a aglomeração de pessoas na residência, sendo que parte delas estava na rua e sem máscara, e constataram que havia som em volume alto no local. O proprietário se apresentou, encerrou a festa e dispensou os participantes. Ele foi advertido sobre as sanções em caso de reincidência.

Pouco tempo depois, a PM avistou um automóvel parado com algumas pessoas do lado de fora nas proximidades do Morro das Comunicações, na Serra dos Nogueiras. Foram abordados três homens e duas mulheres, porém nada de ilícito foi encontrado com eles, que foram orientados a voltar para suas casas. Os mesmos foram advertidos pelos policiais que, caso houvesse reincidência, seriam encaminhados para a sede da 8ª Companhia, onde assinariam Termo Circunstanciado por desrespeitar decretos estaduais e municipais que determinam o toque de recolher. 

Quer receber notícias locais?

Em Ivaí, um homem compareceu ao Destacamento da Polícia Militar relatando que, em frente à sua residência, constantemente são realizadas festas com aglomeração de pessoas e som alto. No sábado, após uma postagem dele nas redes sociais pedindo conscientização dos vizinhos, houve um desentendimento virtual entre os vizinhos. Por conta disso, e temendo que o vizinho ou algum amigo dele pudessem incomodá-lo ou ameaçá-lo, o solicitante entrou em contato com a PM.

Ele contou aos policiais que, cerca de uma hora depois da postagem, um outro homem, que frequenta as festas, provocou uma confusão ao questionar a publicação e foi até a casa dele para tirar satisfações. A vítima não soube informar quantas pessoas estavam acompanhando o rapaz, mas afirmou que todos estavam com os ânimos alterados e com sintomas de embriaguez. No local, a PM conversou com dois envolvidos. Estes relataram que não houve ameaças ou vias de fato e que tudo se resumiu a uma discussão entre as partes.

Após receber orientação dos policiais sobre a perturbação de sossego e as regras para o combate à Covid-19, o responsável pelo evento disse que não fará mais festas ou reuniões que gerem qualquer tipo de problema.

Ainda em Irati, uma mulher relatou que sua casa havia sido arrombada. Policiais foram até a Rua Alexandre Mierzva e constataram que a porta dos fundos estava danificada. Do local, foram furtadas semi-jóias, um secador de cabelos, uma chapinha e dinheiro. Foram feitas buscas, mas o suspeito não foi encontrado.