Publicidade Topo

notícias

Morador de Fernandes Pinheiro agride irmã com foice

Mulher sofreu ferimentos no braço esquerdo. Já o agressor foi detido pela Polícia Militar

Policiais do Destacamento da PM de Fernandes Pinheiro prenderam homem que agrediu irmã com foice. Foto: Jussara Harmuch

Um homem agrediu a irmã com uma foice na localidade de Florestal, em Fernandes Pinheiro, na segunda-feira, 14. 

O agressor foi até a residência da vítima e pediu uma quantidade de fumo. Porém, a moradora disse que não tinha. Neste momento, o irmão dela se alterou e atingiu um golpe de foice no seu braço esquerdo. Depois disso, a vítima correu para dentro da residência e trancou as portas. Já o homem passou a agir de forma agressiva e quebrou os vidros das janelas da casa com a foice. Ele também danificou a chaminé da residência com um chute. Policiais militares foram acionados e estiveram na casa do agressor. Ele confirmou que brigou com sua irmã e já havia se acalmado. O homem foi detido em função da agressão. Ele não esboçou reação e foi conduzido para a Delegacia de Teixeira Soares, que responde pelo município de Fernandes Pinheiro.

Também em Fernandes Pinheiro, um homem emprestou uma motocicleta Honda Bros e não devolveu ao proprietário. O incidente foi registrado na noite de domingo, 13, em Fernandes Pinheiro. Ontem, 14, o dono da moto procurou o Destacamento da Polícia Militar para registrar o furto. Ele disse que um homem conhecido chegou em sua casa e emprestou a moto dizendo que ia buscar uma blusa na sua residência. Porém, até o momento, ele não havia devolvido a moto. O morador de Fernandes Pinheiro disse que ligou para o homem que emprestou o veículo, mas ele não atendeu. Por isso, ele acredita que o homem levou a moto para Irati, cidade onde ele mora.

Quer receber notícias locais? 

Uma quantia em dinheiro foi furtada de dentro de um veículo em Inácio Martins. O dono do carro disse que esteve em um estabelecimento comercial por volta das 12 h de ontem, 14. Quando retornou ao automóvel, às 13 h, o homem constatou que sua carteira com documentos e dinheiro havia sido furtada.

Ainda em Inácio Martins, um motorista foi preso por embriaguez ao volante na noite de segunda-feira, 14. Policiais militares realizavam patrulhamento quando um veículo Gol quase atingiu a lateral da viatura. O condutor apresentava sinais de embriaguez e foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou resultado de 0,73 mg/l de álcool no organismo. Por isso, ele foi conduzido para a Delegacia de Irati.

Em Irati, uma empresa foi arrombada na madrugada de ontem, 14. Uma lavadora de alta pressão industrial, um botijão de gás e um carrinho para transporte de cilindros foram furtados do local. Na rua Professor Vitor do Amaral, uma mulher foi assaltada. Ela foi abordada por um homem que portava uma arma. Ele roubou uma quantia em dinheiro da vítima e fugiu a pé. Policiais realizaram buscas, mas não encontraram o assaltante.  

Na rua Sete de Setembro, uma mulher disse que sua loja foi arrombada durante o fim de semana. Conforme a proprietária, uma tábua de baixo da janela foi arrancada pelos fundos do estabelecimento. Seis jaquetas masculinas foram furtadas da loja. Na Avenida Paraná, um homem informou que foi ameaçado no momento que estava em um estabelecimento comercial. Ele relatou que um motorista parou seu carro na via pública e passou a chamá-lo. O autor da ameaça apontou uma arma na direção da vítima. O homem ameaçado disse que reconheceu o autor, que possui uma dívida com seu pai e que está sendo cobrada judicialmente. 

Já na rua das Araras, um jovem agrediu seu padrasto com um pé de cabra. A mãe do rapaz disse que ele teve uma discussão com o seu marido quando chegou na casa. Além disso, o homem tentou agredir um vizinho. Na tentativa de evitar a agressão, o padrasto foi atingido pelo enteado. A mãe do agressor afirmou que também foi atingida com um soco no peito e um chute na perna. Após as agressões, o homem ainda ameaçou matar a mãe e o padrasto e disse que ia atear fogo na casa. A PM realizou buscas e abordou o homem na rua Uirapuru. Ele realizou o laudo de lesões corporais no Pronto Atendimento Municipal e foi conduzido para a Delegacia.