notícias

Hospital de Rio Azul passa atender somente urgência e emergência

Medida foi tomada após afastamento de nove funcionários, que apresentaram resultado positivo nos testes rápidos de Covid-19. Profissionais fizeram exame RT-PCR e aguardam resultado para confirmar o diagnóstico 

Hospital São Francisco de Assis, em Rio Azul. Foto: Ronaldo Tyski

O hospital São Francisco de Assis, em Rio Azul, suspendeu os atendimentos eletivos, ou seja, consultas ou outros procedimentos que não são urgência e emergência. A medida foi tomada depois que nove funcionários da instituição realizaram testes rápidos de coronavírus e tiveram resultado positivo. Por isso, os colaboradores foram afastados do trabalho e fizeram exame RT-PCR para confirmar o diagnóstico. 

Em entrevista à Najuá, o médico Ronaldo Tyski, disse que os testes rápidos de sorologia são realizados mensalmente para averiguar a situação de saúde dos profissionais que prestam atendimento no hospital. Atualmente, 55 pessoas atuam na instituição, sendo 50 funcionários e cinco médicos. “Nós afastamos esses colaboradores e estamos esperando o resultado dos exames que vai sair amanhã [sexta-feira] ou sábado. Como estamos com um número reduzido de funcionários, vamos aproveitar para fazer uma desinfecção geral do hospital. Quinta-feira e sexta-feira, nós só estaremos atendendo urgência e emergência. Muitas pessoas da região fazem consultas eletivas com nós, médicos de Rio Azul, então essas consultas estão canceladas por hora. Vamos esperar os resultados dos exames desses funcionários torcendo que todos sejam negativos até porque todos foram assintomáticos e esse teste rápido pode dar muito falso positivo”, afirma Ronaldo. 

Quer receber notícias locais?

De acordo com ele, o teste rápido serve como uma forma de fazer a triagem dos pacientes. “Falso negativo é menor a probabilidade e falso positivo pode acontecer. Por isso resolvemos afastar os funcionários coletar o PCR, que é o exame do cotonete do nariz”, explica. 

O médico diz que a partir da semana que vem os atendimentos poderão ser normalizados desde que sejam cumpridas algumas medidas para evitar o contágio de Covid-19. “Eu acredito que segunda-feira retornaremos o atendimento normal, mas com algumas restrições atender com horário marcado, evitar aglomerações e nós pedimos a toda população da região de Irati, que tenha quadro gripal, que não venha ao hospital de Rio Azul, que nós não iremos atender. Cada pessoa procure a unidade de saúde do seu município”, solicita.

Ronaldo relata que até agora nenhum funcionário do hospital havia sido diagnosticado com coronavirus. “Nenhum colaborador testou positivo. Só o doutor Danilo [Burko] que testou positivo, ficou afastado por um tempo, mas já está trabalhando normalmente. Hoje estou sozinho no hospital porque estamos atendendo só urgência e emergência. Não tem consultório. Quem testou positivo, nos testes rápidos, foram os funcionários”, disse o doutor.

O médico solicita a colaboração da população. “Peço que o pessoal tenha calma, nada de alarde, a gente está fazendo isso mais para preservar a saúde de toda a população da região, nós funcionários, sem criar tumulto, não tem ninguém contaminado, nenhum caso positivo, então a gente está aproveitando para fazer essa paralisação do atendimento ambulatorial para fazer a desinfecção completa do hospital. Hoje e amanhã vem uma empresa fazer essa desinfecção e acredito que a partir de segunda-feira tudo estará bem”. 

Segundo Ronaldo, o hospital não foi fechado. Uma equipe de enfermagem está na porta do hospital fazendo a triagem dos pacientes e orientando a população. “Se for emergência nós atenderemos. Tem o médico 24 horas e toda equipe no hospital. Então não deixe de ir no hospital se tiver alguma emergência, mas se for atendimento eletivo deve procurar a unidade de saúde ou o município que pertence”.

Ronaldo ainda relata que a demanda aumentou nos últimos dias, pois as pessoas com síndromes gripais passaram a procurar o hospital após o fechamento da unidade sentinela. “Semana passada tivemos vários pacientes que testaram positivo e agora estávamos atendendo todos os casos gripais. Antes tinha a unidade sentinela em frente ao hospital, que funcionava todos os dias, feriados, domingos, até às 22 h, depois a gente atendia, mas como essa unidade foi fechada, então o hospital estava atendendo todos os casos suspeitos. Por isso, pode ser uma das possíveis causas da suposta contaminação dos funcionários, mas a partir de ontem a unidade sentinela voltou a ser aberta até às 22 h, então a população de Rio Azul que tiver sintoma gripal tem que se direcionar a unidade que fica em frente ao hospital”, solicita Ronaldo.