Publicidade Topo

notícias

Escrivão da PC de Rebouças é encontrado morto em sua residência

Herbert Scheidt, de 44 anos, estava trabalhando na Delegacia de Rebouças, mas já havia atuado em Irati e outros municípios do Estado

Herbert Scheidt. Foto: WhatsApp/Reprodução

O escrivão da Polícia Civil do Paraná, Herbert Scheidt, de 44 anos, foi encontrado morto em sua residência na rua Francisco Caggiano, no bairro Rio Bonito, em Irati, na tarde desta segunda-feira, 14. Atualmente, ele estava trabalhando na Delegacia de Rebouças, mas já havia passado por outros municípios do Estado, entre eles Irati.

Segundo informações preliminares, a causa da morte foi um infarto. O velório de Herbert será na Capela Mortuária de Imbituva em horário a ser confirmado, provavelmente a partir das 7 h de terça-feira, 15, com duração máxima de quatro horas em virtude das medidas de combate ao coronavírus. A prima de Herbert, Vanessa Sponholz, que trabalha como escrivã na Delegacia de Imbituva, confirmou as informações a nossa reportagem. Herbert completaria 45 anos no dia 21 de dezembro. 

“Recentemente faz uns 30 dias eu tive o prazer de acompanhar o escrivão Herbert até a cidade de Guarapuava, mais precisamente na 14ª Delegacia [Subdivisão Policial- SDP], onde levamos quatro presos e depois trouxemos na permuta mais quatro detentos que vieram de Guarapuava para cá. A equipe como um todo, Doutor Plínio [Gomes Filho- Delegado responsável pela Delegacia de Rebouças] e todos os funcionários da Delegacia de Polícia Civil de Rebouças lamentam a morte do nobre companheiro que hoje fez sua passagem certamente para um mundo melhor. Descanse em paz Herbert, é o que nós desejamos a você. A Polícia Civil do Paraná está em luto”, disse o repórter José Andrade (Zé Magrão), que atuou junto com o escrivão na Delegacia de Rebouças, em publicação em sua página no Facebook.  

Quer receber notícias locais?