notícias

Rede de Solidariedade e Cuidado promove arrecadação de produtos para famílias carentes de Irati

Parada Solidária será realizada na tarde deste sábado, 28, no ginásio Batatão. Também haverá recolhimento de medicamentos vencidos e de lixo eletrônico

Foto: Divulgação

A Rede de Solidariedade e Cuidado promove a Parada Solidária neste sábado em Irati. A ação será realizada das 14 às 17 h no estacionamento do ginásio Agostinho Zarpellon Junior (Batatão).

A Parada Solidária funciona no sistema de trocas. Sendo assim, a pessoa doa um objeto e recebe uma lembrancinha da Rede de Solidariedade e Cuidado. Podem ser doados livros, brinquedos, objetos de decoração natalina ou equipamentos eletrônicos usados. Quem destinar um produto recebe uma muda de árvore frutífera ou florestal, uma muda de planta de jardim ou, ainda, um artesanato com temática de natal. Os materiais arrecadados serão entregues para pessoas em vulnerabilidade social de Irati. “Vão ser contempladas as 120 famílias que estão sendo atendidas pela Rede até agora. As doações serão arrecadadas, higienizadas e separadas em kits para as famílias”, relata a professora da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), Cláudia Magnabosco Martins.

Ela também afirma que os participantes vão tomar todos os cuidados para evitar aglomeração e manter o distanciamento para evitar o contágio de coronavírus. Para cumprir esse objetivo, as pessoas podem se dirigir ao local de carro, moto ou bicicleta. A organização pede que seja mantida distância de três a quatro metros entre os veículos. Os objetos podem ser deixados em caixas, o que aumenta a distância entre os doadores e voluntários, que vão utilizar máscaras, luvas, viseiras, roupas compridas e calçados fechados. Além disso, será disponibilizado álcool em gel. A ação foi autorizada pela Secretaria de Saúde de Irati desde que sejam respeitadas as medidas sanitárias, segundo Cláudia.

Quer receber notícias locais?

Também neste sábado, 28, outra ação será realizada no estacionamento do Batatão. Os voluntários vão coletar medicamentos vencidos e receber produtos eletrônicos para descarte (lixo eletrônico). Podem ser descartados celulares, carregadores, cabos, notebooks, impressoras, CPUs, HDs, mouses, teclados, microfones, webcams, modems, câmeras fotográficas, controles remotos, secadores de cabelo, aparelhos de som, barbeadores, ferros de passar, máquinas de lavar, fogões, geladeiras e micro-ondas.

Essa iniciativa faz parte do projeto PET Engenharias, que é o Programa de Educação Tutorial dos cursos de Engenharia Ambiental e Florestal da Unicentro. Para Cláudia, essa ação visa despertar a conscientização ambiental da população no sentido de descartar corretamente os produtos eletrônicos e medicamentos. 

A Rede de Solidariedade e Cuidado promove ações desde o mês de abril. Nesse período, a Unicentro e os parceiros que compõe a Rede promovem trocas solidárias de alimentos, roupas, calçados, materiais de higiene pessoal e de limpeza, máscaras de proteção, livros, brinquedos, utensílios domésticos e cartilhas com atividades pedagógicas e lúdicas.

A finalidade é ajudar as famílias carentes do município e minimizar os impactos causados pela pandemia.  A Rede de Solidariedade e Cuidado integra a Central de Apoio e Integração de Projetos e Ações Coletivas, um programa de extensão da Unicentro realizado em conjunto com o Diretório Central dos Estudantes (DCE) Reviva e o Movimento por uma Universidade Popular. O projeto é coordenado pela professora Cláudia.