notícias

Novo decreto restringe atividades em Irati

Medida foi tomada em virtude do aumento de casos de coronavírus no município. Confira quais atividades estão proibidas a partir de hoje, 9

Novo decreto foi publicado na manhã de hoje, 9. Foto: Divulgação

A prefeitura de Irati publicou um novo decreto na manhã desta segunda-feira, 9, proibindo algumas atividades em função do aumento do número de casos de coronavírus nos últimos dias. Na semana passada, a média de pessoas diagnosticadas com a doença subiu para 30, a maior no município desde o início da pandemia. Na sexta-feira, 6, a cidade registrou o recorde de casos em um único dia com 51 iratienses testando positivo. 

O decreto 299 foi publicado na manhã de hoje, 9, e entrou em vigor imediatamente. Ele proíbe a realização de reuniões e eventos em geral, como casamentos, aniversários, bodas, formaturas, bailes, danças e dinâmicas que gerem aglomerações em todos os estabelecimentos públicos e privados, exceto as celebrações e cultos religiosos. A entrada de menores de 12 anos em celebrações e cultos religiosos está proibida. A partir de agora também não será permitido o uso de brinquedos e equipamentos de academia ao ar livre de todos os parques e praças públicas. A prática de modalidades esportivas em espaços públicos também foi proibida. O decreto tem validade de 14 dias, ou seja, até o dia 22 de novembro. 

Permanecem em vigor as regras e limitações de enfrentamento e prevenção à Covid-19 no que diz respeito as medidas sanitárias estabelecidas no decreto 250. Foram revogados os artigos 11 e 12 do mesmo decreto que liberavam a prática de atividades físicas em parques e atividades aeróbicas sem contato físico. Com isso, elas não podem mais ser realizadas. Também foram suspensos os artigos 1, 2, 3 e 4 do decreto 283 que autorizavam a realização de jantar referente a celebrações de casamento, formatura e aniversários (15 anos ou bodas) em estabelecimentos com CNPJ com presença de no máximo 100 pessoas, realização de reuniões públicas e privadas com um número máximo de 30 pessoas e a liberação de modalidades esportivas como voleibol, basquetebol, tênis de mesa e futsal em quadras fechadas sem a presença de público.

Quer receber notícias locais?

O decreto foi publicado após o aumento do número de casos de coronavírus em Irati nos últimos dias. Na sexta-feira, 6, a cidade registrou o recorde de pessoas diagnosticadas com a doença em um único dia. Foram 51 moradores que testaram positivo nesse dia. No domingo, 8, mais 44 casos de Covid-19 foram confirmados. Nesta segunda-feira, 12 novos casos da doença haviam sido registrados até às 12 h. Com isso, até o início da tarde desta segunda-feira, 9, a cidade totalizava 673 casos de coronavírus desde o início da pandemia. Duas pessoas estavam internadas, sendo uma em leito de enfermaria e uma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 464 iratienses já se recuperaram da infecção. Das pessoas infectadas, 192 permanecem em isolamento domiciliar, ou seja, se recuperando em suas residências. 134 moradores aguardam resultado do exame laboratorial e 13 faleceram por complicações causadas pela doença. 

O novo decreto que restringe atividades em Irati em virtude do aumento de casos de Covid-19 também foi publicado após a manifestação do coordenador do Centro de Operações Especiais e Fiscalização (COEF), Agostinho Basso, nas redes sociais. Ontem, 8, Agostinho postou uma mensagem parabenizando a atitude de uma empresa, que suspendeu um evento que seria realizado nos próximos dias, justamente em função do aumento de casos da doença. 

“Parabéns pela atitude dos proprietários, isso mesmo, não devemos esperar novos decretos, pois sabemos que neste momento dificilmente eles virão. Apenas uma correção, Irati não está vivendo uma segunda onda, pois nem sequer vencemos a primeira onda, estamos sim, colhendo os primeiros frutos do afrouxamento nos cuidados individuais, e tudo pode piorar e muito, pois as medidas de controle recomendadas pelo COEF na última terça feira que foram entregues ao Sr. Prefeito, não foram acolhidas e nem aceitas pelo executivo municipal. Então, como coordenador do COEF, somente resta pedir aos cidadãos de boa vontade que nos ajudem a combater este vírus. A pandemia é uma realidade, quinta-feira tivemos a 13ª morte pelo Covid-19, uma jovem senhora, 38 anos, mãe, esposa, filha, profissional, cidadã. Torço muito para que este momento eleitoral passe logo, venha já o dia 15 de novembro, pois assim, quem sabe, voltaremos a por nosso juízo e consciência nos devidos lugares e pensar no povo, na saúde, na vida e no bem-estar de todos. E enquanto isso que Deus olhe por Irati”, disse Agostinho em sua postagem. 

Em participação ao vivo no programa "Meio Dia em Notícias", a secretária de Saúde, Jussara Aparecida Kublinski Hassen, falando sobre o novo decreto. Confira o vídeo completo clicando aqui