notícias

Homem invade residência e atinge mulher com golpe de faca

Vítima estava assistindo TV quando homem desconhecido invadiu o local. Agressor fugiu e não foi localizado

Foto: PM/Divulgação

Uma mulher foi atingida com um golpe de faca em Imbituva. A ocorrência foi registrada na sexta-feira, 20, na Vila Brasil.

Uma moradora relatou que estava em sua casa assistindo TV quando um homem desconhecido invadiu o local. Ele pediu fumo e para assistir TV. A mulher ficou assustada e pediu ao homem que saísse do imóvel. Porém, ele pegou uma faca que carregava e atingiu o braço esquerdo da vítima, o que causou ferimentos leves na moradora. Para se defender, ela atingiu alguns socos no agressor. Com isso, ele saiu do local. A mulher disse que já havia visto o homem caminhando na Vila Brasil e acredita que ele pode ser morador da região. Entretanto, ela não soube informar o nome dele. Policiais realizaram patrulhamentos, mas não localizaram o autor da agressão.  

PM cumpre mandado de prisão em Irati

Em Irati, a PM cumpriu um mandado de prisão na noite de ontem, 20. Um homem, de 25 anos, foi detido em sua residência, que não teve o local divulgado. O mandado se refere ao crime 157 do Código Penal que trata de “subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência à pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência”. O jovem foi conduzido para a Delegacia. 

A PM também prestou apoio aos agentes da Guarda Municipal e da Vigilância Sanitária na fiscalização de bares. Conforme denúncia, havia aglomeração de pessoas em estabelecimentos em vários bairros da cidade na noite de ontem entre 21h30 e 23 h. Segundo os policiais, alguns proprietários foram notificados, pois descumpriram o toque de recolher, que determina o fechamento dos estabelecimentos às 22 h. 

Quer receber notícias locais?

Bicicleta é furtada em frente de bar em Rebouças

Em Rebouças, um homem teve a bicicleta Sundown furtada na rua Acir Domingues Cabral. O proprietário disse que estava em um bar e deixou a bicicleta do lado de fora do estabelecimento. Policiais realizaram buscas, mas não encontraram a bicicleta e nem o autor do furto. 

Ainda em Rebouças, a PM constatou que uma mulher conduzia uma motocicleta com débitos na documentação desde 2008 e sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A equipe realizava patrulhamento nas proximidades da Praça dos Ferroviários quando avistou a condutora realizando uma manobra conhecida como corte de giro. Os policiais tentaram abordar a mulher na rotatória em frente à rodoviária municipal, mas ela não parou e seguiu na direção de um posto de combustíveis. Lá, a PM conseguiu abordá-la e constatou que ela não tem CNH. Além disso, a moto possui débitos administrativos desde 2008. A moto foi recolhida ao pátio do 2º Pelotão. 

PM identifica rapaz que atropelou pedestre

Em Rio Azul, a PM identificou o rapaz que conduzia uma moto que atingiu um pedestre na noite de quarta-feira, 18. Na ocasião, ele deixou o local sem prestar socorro à vítima. Pessoas que estavam no local disseram aos policiais que o homem jogou o capacete e saiu empurrando a moto. O capacete foi recolhido e encaminhado para o Destacamento da PM. 

Ontem, 20, dois dias após o acidente, a PM encontrou a moto Honda CG com alguns danos aparentemente causados pelo acidente. Ela estava embaixo de uma árvore nos fundos de uma residência. Ao consultar o sistema da Secretaria de Segurança Pública do Paraná (SESP), os policiais constataram que os dados da moto não batiam com as características do veículo original. A proprietária da casa autorizou a busca domiciliar. No local foram encontradas peças de roupas do motociclista e algumas peças danificadas, que foram comparadas com as deixadas no local do acidente, como um retrovisor.  A mulher disse que a moto pertence ao seu filho, de 17 anos. Ela ainda informou que o adolescente estava na casa do seu pai. O jovem foi encontrado no local e conduzido para a Delegacia de Rebouças, que responde pelo município de Rio Azul. O pai do jovem e conselheiras tutelares de Rio Azul acompanharam os procedimentos em virtude do envolvimento de um menor de idade.