notícias

Homem agride companheira com fio de luz

Agressor foi conduzido para a Delegacia. Vítima sofreu ferimentos no braço esquerdo

Foto: PM/Divulgação

Um homem agrediu sua convivente com um fio de luz na madrugada desta quarta-feira, 18, em Rebouças. 

A vítima disse que mora com o amásio há cerca de três meses. Por volta das 2 h, o casal teve uma discussão depois que o homem insistiu para olhar o aplicativo do Facebook da esposa. A mulher disse que havia apagado o aplicativo do aparelho. Por isso, não era possível ter acesso as mensagens. Em seguida, o homem agrediu a convivente com o fio de luz causando lesões em seu braço esquerdo. A Polícia Militar foi acionada e conduziu o agressor e a vítima para a Delegacia de Rebouças.

Em outra ocorrência registrada nesta madrugada em Rebouças, um Fiat Tipo colidiu contra um caminhão que estava estacionado na via pública, por volta da 0h15. Após a batida, três homens desceram do carro e saíram correndo sentido ao bairro Santo Antônio. Uma pessoa que viu a situação disse a PM que os ocupantes do carro apresentavam sintomas de embriaguez. Eles não foram localizados pela polícia. O carro que provocou o acidente foi recolhido ao pátio do 2º Pelotão da PM por ter sido abandonado.

Quer receber notícias locais?

PM de Inácio Martins recupera veículo furtado

Em Inácio Martins, a PM recuperou um veículo Gol que havia sido furtado na localidade de Três Antas. O dono do automóvel informou o nome do suspeito do furto para a Polícia Militar. Os policiais realizaram patrulhamentos nos bairros e localizaram o carro no final da rua José de Mattos Leão na entrada da Vila Javaski. O automóvel foi apreendido e liberado ao proprietário.

Em Ipiranga, uma mulher foi empurrada pelo marido. A moradora relatou que seu companheiro chegou em casa estressado após o trabalho e passou a discutir com ela. Em um determinado momento, o homem segurou os braços e deu empurrões na esposa. A vítima disse que costuma discutir com o marido e que já foi agredida fisicamente. Porém, ela afirmou que não quis denunciá-lo. A moradora não demonstrou interesse de representar à ocorrência. Ela alegou que já havia registrado Boletim de Ocorrência contra o marido na Delegacia de Ipiranga, no dia anterior. Por isso, a mulher disse que vai aguardar os procedimentos. O homem concordou em pegar seus pertences e sair de casa para que o conflito seja resolvido.