Publicidade Topo

notícias

Eleito para o 4º mandato na Câmara, Nei Cabral fala sobre prioridades para a próxima legislatura

Atual presidente da Câmara foi o candidato a vereador mais votado. Nei Cabral destaca ações realizadas no setor de educação no atual mandato 

Nei Cabral finaliza em 31 de dezembro a sua gestão de dois anos no comando do legislativo municipal. Foto: Arquivo Pessoal

O presidente da Câmara de Irati, Valdenei Cabral da Silva (Nei Cabral) (PV), foi eleito para exercer o quarto mandato no legislativo municipal. Ele foi o candidato a vereador que obteve o maior número de votos. O parlamentar teve 1.029 votos na eleição do dia 15 de novembro.

Em entrevista à Najuá, Nei disse que os setores de saúde, educação e geração de renda devem ser priorizados no período de pós-pandemia. Na área de educação, o vereador reeleito destaca que no atual mandato deu apoio a continuidade da Câmara Mirim, criou o Parlamento Jovem e também desenvolveu o projeto "Irati– A Gente Cresce sem Corrupção”, que envolve aproximadamente 5 mil alunos de 28 escolas. O presidente da Câmara também enfatiza que visitou todas as escolas do município durante o recesso parlamentar. Na ocasião, ele observou as necessidades e dificuldades de cada instituição. “Encaminhamos um relatório ao Executivo onde algumas [escolas] já estão recebendo os frutos graças a visita do presidente Nei Cabral nas escolas”, afirma. 

Nei diz que a administração municipal e o legislativo devem trabalhar para que os iratienses tenham renda. “Então temos que apoiar uma iniciativa de uma pequena empresa ou alguma pessoa que queria vender na cidade. O importante é que o pai e a mãe de família cheguem ao final do dia e ganhem o suficiente para levar o alimento para sua casa e vamos trabalhar muito em cima disso. Eu reforço o meu compromisso de estar trabalhando em prol do povo de Irati”. 

Nesta legislatura, Nei foi prefeito interino por 15 dias no período entre 11 e 25 de novembro de 2019 durante licença do prefeito Jorge Derbli. Ele também foi líder do governo na Câmara. Por isso, ele acredita que esse foi um dos melhores mandatos, pois teve condições de mostrar que pode comandar a Câmara e o Executivo. “Considero e imagino que esse mandato foi um dos melhores. Eu tive mais oportunidade de trabalhar até porque minha empresa me deu liberdade. Eu tenho minha empresa que minha família toca essa empresa. Meus filhos diziam ‘pai você tem 24 horas para ser vereador’. Fique à vontade vá atrás dos seus eleitores, vá trabalhar por eles e deixe que aqui a gente conduz. Tive uma oportunidade de trabalhar nesses quatro anos e onde passei tanto na liderança, como na presidência, como na prefeitura por 15 dias procurei dar o meu melhor e mostrei que tenho condições de estar conduzindo não só o poder legislativo como Executivo da melhor maneira possível”, avalia Nei. 

Quer receber notícias locais?

O vereador relata que todos os candidatos tiveram dificuldade para realizarem suas campanhas neste ano em virtude da pandemia de coronavírus, que limitou o contato entre as pessoas. Mesmo assim, Nei afirmou que estava confiante na reeleição em função do trabalho realizado nos últimos quatro anos.

“Foi uma eleição atípica, porque apesar de eu ter usado muito as redes sociais, porque o meu sistema de trabalhar é no corpo a corpo. Porque questão da pandemia nós tivemos um pouco de dificuldade para estar com o povo e estar fazendo aquele corpo a corpo, aquela visita. Mas, o resultado foi positivo, a gente já esperava uma votação expressiva pelo trabalho que a gente fez nos quatro anos. Eu sempre pensei positivo, porque eu tive oportunidade de trabalhar muito nos quatro anos, eu imaginava que teria um resultado positivo”. 

Nei diz que coloca seu nome à disposição para participar da eleição para escolha da nova Mesa Diretora da Câmara. Porém, deixa aberto o espaço para que os demais vereadores eleitos se organizem para formar suas chapas. “As coisas para mim sempre têm que acontecer naturalmente. Eu vejo que tem algumas articulações, mas eu estou muito tranquilo nesse momento quero finalizar meu mandato de presidente com muita transparência e cuidar no momento da presidência atual. Sabemos que é importante concorrer novamente na eleição, mas isso é uma questão para pensar nos próximos dias. Eu quero deixar aqueles que estão interessados bem à vontade para aqueles que conseguiram montarem suas chapas. Se não a gente pode estar colocando o nome à disposição. As coisas têm que acontecer naturalmente, então nós vamos esperar”, enfatiza.

Nei foi eleito para o primeiro mandato na legislatura 2005-2008 quando era filiado ao PDT com 798 votos. Na eleição de 2008, ele obteve 428 votos e não conseguiu se reeleger. Ele retornou ao legislativo a partir de 2013. Na eleição municipal de 2012, Nei Cabral obteve 881 votos e foi eleito para cumprir seu segundo mandato na Casa. Já na disputa eleitoral de 2016, o candidato do PDT foi reeleito com 587 votos. Neste ano, Nei migrou para o PV durante a janela partidária e foi eleito com 1.029 votos. 

Ele agradece as famílias que lhe receberam durante a campanha eleitoral. “Meu agradecimento as famílias que nos receberam, nos recepcionaram da melhor maneira possível, mesmo em período de pandemia não pode dar aquele aperto de mão, toque, tomar aquele chimarrão que é meu costume nas casas, nas visitas, infelizmente não pudemos. Quero agradecer as pessoas que depositaram em mim a confiança. Hoje estou aí graças a Deus eleito e um dos vereadores mais votados. Isso aumenta a responsabilidade de trabalhar em prol do povo. Também agradeço nossas equipes que ajudaram a levar nosso material, nossa propaganda e a proposta a todos os lares de Irati”.  

Valdenei Cabral da Silva nasceu em Inácio Martins no dia 8 de novembro de 1973. Tem 47 anos, dois filhos, um neto e mora há cerca de 30 anos no distrito do Guamirim, em Irati. Nei é empresário e proprietário de um posto de combustíveis há mais de 30 anos. 

Texto: Rodrigo Zub