notícias

Candidato a vice-prefeito, Caetano do Leite, comenta propostas para Irati

Candidato da coligação “Irati Merece Mais” comentou como será sua atuação no município como vice-prefeito

Caetano do Leite concorre ao cargo de vice-prefeito ao lado do candidato a prefeito Josué Hilgemberg. Foto: Jussara Harmuch

O candidato a vice-prefeito de Irati, Caetano do Leite (PTC), participou da série de entrevistas com vice-prefeitos feita pela Rádio Super Najuá. Na entrevista, ele falou sobre as propostas para a próxima gestão e como deverá ser sua atuação na administração.

As entrevistas com os candidatos a vice-prefeitos são realizadas em conjunto. As regras foram enviadas com antecedência, assim como as perguntas, que foram as mesmas para todos. O tempo para resposta é de até três minutos. Nas considerações finais, os candidatos têm dois minutos. Nesta entrevista, o candidato a vice-prefeito de Irati, Alvaro Fabiano de Oliveira (Avante), também comentou suas propostas. Clique aqui e confira a entrevista

Atuação como vice-prefeito

Para Caetano, o compromisso do vice-prefeito é substituir o prefeito em situações em que ele não está. Porém, ele destacou que sua atuação será conjunta com o prefeito, incluindo outros assuntos. “Nós vamos trabalhar unidos mesmo. Eu vou estar ajudando ele a buscar emendas parlamentares, para ajudar a população iratiense. Quero me comprometer, é um compromisso meu que vou assumir também com o interior no município, trabalhando firme para que esteja êxito nas comunidades rurais do nosso município, porque eu sei de tanto que o povo precisa de uma estrada rural, nas ruas dos bairros do nosso município, precisa de grandes reparos que tem lugares que está intransitável”, disse.

Quer receber notícias locais?

Gastos com pessoal

Uma das dificuldades dos municípios são as restrições orçamentárias, especialmente, quando os municípios estão próximos da beira do limite prudencial de gastos com pessoal, estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Caetano comenta que para reverter isso, é preciso analisar as contratações. “Primeira coisa é rever os comissionados, é rever os secretariados. Estamos junto com Josué do 15 prometendo para a população iratiense que se estivermos êxito e formos eleitos, vamos reparar todos esse tipo de comissionado e secretariado. Você enxugando a máquina você vai ter muito dinheiro durante o ano para ajudar as instituições, vai ter dinheiro para ajudar o funcionalismo público você vai ter dinheiro para ajudar no estudo, você vai ter dinheiro para ajudar também comprar diesel, para ajudar as comunidades que tanto precisa, que tanto sofre por falta de estradas, medicamentos para esse povo, exames que o povo tanto precisa”, conta.

Pós-pandemia

Para o período da pós-pandemia, o candidato destacou que o valor economizado no enxugamento com pessoal poderá ajudar o município. “Nós vamos usar esse dinheiro de enxugamento público de secretariados, comissionados, para ajudar a população, de remédio, medicamentos, exames que o povo tanto precisa, pavimentação nas ruas dos bairros, no interior do nosso município”, comentou.

Caetano ainda disse que deverá procurar empresas para se instalar em Irati, para que os empregos perdidos sejam recuperados. “Vamos lutar também por empresas para trazer emprego para esse povo iratiense. Vamos lutar o que conseguirmos para trazer de empresa, imediatamente, para esse povo iratiense que tanto precisa de trabalho, precisa de empregos porque andamos nas vilas, nos bairros, e vemos o tamanho da desigualdade que tem no município”, conta.

A agricultura também deverá ser apoiada. “Vamos apoiar a agricultura, vamos apoiar o máximo possível a agricultura porque os agricultores que fazem a cidade girar. O nosso dinheiro tem que girar dentro de Irati. O nosso dinheiro tem que trabalhar dentro de Irati para termos êxito. Que a cidade é tão linda, uma cidade maravilhosa, está ficando pobre.

Arrecadação municipal

Para o candidato é preciso ajudar a agricultura, para que a economia possa girar e então trazer arrecadação. “Nós vamos ter de lutar com o homem do campo. Vamos ter que profissionalizar o homem do campo, tem tantos cursos que ajudam a população, que encargos da prefeitura não vão atrás para ajudar. Temos o Senar que dá tantos cursos, muitos cursos para a população, sem custo algum. É só você ter vontade e coragem de ir buscar o benefício para o povo iratiense. Tantos cursos que tem na agricultura, tem cursos de tratorista, tem curso de embutidos, tem curso de culinária, tem curso também de artesanato, que isso tem gente que sabe aquelas cadeiras de bambu que podem usar aquilo para fazer uma renda. Você trabalhando certinho, você já vai dar um emprego para a população de Irati. Um emprego que cada profissional desse do campo gere, já vai gerar para a cidade”, disse.

Ainda na agricultura, o planejamento é dar apoio. “Vamos dar apoio também na agricultura, dar o calcário para pequenos produtores. Vamos dar apoio também para os grandes produtores porque eles têm as máquinas caríssima, que custa até R$ 1 milhão, não tem estrada. Eles andam trepando em cima dos barrancos”, disse.