notícias

Rio Azul decide retomar competições de futebol e futsal

Campeonatos Ruralzão, Veteranos, Interbairros e Intercomunidades Série Ouro e Série Prata serão retomados a partir do fim de semana. Competições haviam sido suspensas em março em virtude da pandemia de Covid-19

Ginásio de Esportes Albinão receberá jogos do Campeonato Interbairros e Intercomunidades. Foto: Divulgação

O município de Rio Azul decidiu retomar as competições de futebol e futsal que haviam sido interrompidas no mês de março em função da pandemia do novo coronavírus. Em nota assinada pelo secretário de Esportes, Recreação e Cultura, Daniel José Lebioda, que foi divulgada nesta quarta-feira, 30, a pasta comunica o retorno dos campeonatos Ruralzão, Veteranos, Interbairros e Intercomunidades de Futsal Série Ouro e Série Prata a partir do fim de semana.

Os regulamentos das competições sofreram algumas alterações. No Campeonato Ruralzão, os jogos terão início as 14 h com tolerância de 15 minutos para o começo do primeiro confronto do dia. A semifinal e a final serão disputadas em jogos únicos. Todas as partidas acontecerão no estádio Municipal Prefeito Orestes Pallú. Segundo a secretaria, essa medida leva em conta que o local tem infraestrutura adequada para atender as medidas de proteção ao coronavírus. Até ser paralisada, a competição contava com jogos nos campos do interior do município.

No Campeonato Intercomunidade de Futsal, nas situações em que for registrado WO, ou seja, a equipe não comparecer, a punição será a perda da pontuação da partida. Além disso, o time terá que ressarcir a Prefeitura com o valor integral da taxa de arbitragem. Se uma equipe for desclassificada ou abandonar a competição perderá somente os pontos das partidas perdidas, sem ter os resultados da competição anulados. Não haverá rebaixamento no Campeonato Intercomunidades Série Ouro. Sendo assim, as sete equipes inscritas neste ano continuam na disputa em 2021. Na Série Prata, somente o campeão garantirá o acesso para a Série Ouro em 2021.

 Quer receber notícias locais?

A secretaria de Esportes enfatiza que o retorno das atividades é opcional e depende da adoção de algumas medidas sanitárias para evitar o contágio do novo coronavírus. Com isso, cada atleta ou dirigente decidirá se participa dos jogos. A desistência das equipes não resultará em punições ou rebaixamento. Apenas atletas e comissão técnica registrados na súmula poderão entrar nos locais dos jogos (ginásio de Esportes Albino Ianoski (Albinão) e estádio Orestes Pallú). Desta forma, não será permitida a presença de público. A secretaria solicita que os desportistas deixem o local após o término da partida para evitar aglomeração.

As equipes não poderão utilizar os vestiários para trocarem de roupa e se prepararem para as partidas. A recomendação é que os atletas cheguem aos locais de competição uniformizados. A utilização da máscara será obrigatória no local do jogo, exceto no momento em que a partida estiver em andamento. Jogadores que estiveram na reserva devem respeitar distanciamento de um metro e meio. Atletas com sintomas gripais ou de Covid-19 não poderão participar da partida. Os jogadores deverão ter a temperatura aferida e fazer a higiene com álcool em gel para entrar nos locais de competição. Para evitar compartilhamento de objetos, cada atleta deverá levar sua própria garrafa de água.

“Teremos que seguir todas as orientações da saúde para a conclusão dos campeonatos. Também haverá algumas alterações nos regulamentos para que todos sejam realizados de forma segura”, enfatiza Daniel.

Em todas as competições, se uma equipe for desclassificada ou abandonar a competição perderá somente os pontos dos jogos em que foi derrotada. Os resultados das demais partidas que o time já realizou não serão anulados.

O secretário relata que a decisão de retomar as competições foi tomada analisando os registros de casos de Covid-19. “Essa decisão não foi tomada de forma aleatória, estamos há 23 dias sem nenhum caso no município. O último caso foi por transmissão externa por sinal. As equipes que não quiserem retornar o campeonato não serão penalizadas, basta ler o PDF com as recomendações”, afirma Daniel.

Outro fator levado em consideração foi o retorno das atividades do futsal e futebol no Estado. O Procurador Municipal, Fabrizzio Matte Dossena, diz que a flexibilização do decreto que determina as medidas de enfrentamento à Covid-19 considera o fato que a cidade não registra casos de coronavírus através de transmissão local há cerca de um mês e que a Federação Paranaense de Futebol de Salão já retornou as disputa das Séries Ouro, Prata e Bronze. “Rio Azul é o 1º município da região que resolveu retomar as competições. O Comitê [de Covid-19] determinou que quem não quiser jogar não será punido”, salienta Fabrizzio.

O secretário de Esportes também comenta que a decisão foi amparada no comitê de combate ao coronavírus. “Não foi uma decisão minha ou de qualquer membro da secretaria. Houve várias tratativas, como sabem temos o comitê de combate ao coronavírus (Covid-19) em nosso município, e isso foi aprovado e orientado pelo mesmo comitê. As equipes e atletas não serão penalizados caso não queiram continuar a disputa. Se torna uma escolha do time e do atleta, nós nos certificamos para a realização das recomendações, da higienização antes e após as partidas, utilizando o álcool 70% nas mãos, além de ser aferido a temperatura e barrando jogadores ou comissão técnica com sintomas viral", relata Daniel.