notícias

Homens são autuados por embriaguez ao volante

Ocorrência foi registrada no interior de Fernandes Pinheiro após policiais ouvirem disparos de arma de fogo nas proximidades de uma chácara

Ocorrência foi atendida pelos policiais do Destacamento de Fernandes Pinheiro (foto)

Dois homens foram autuados pela Polícia Militar por embriaguez ao volante na noite de sábado, 19. A ocorrência teve início depois que os policiais ouviram de cinco a oito disparos de arma de fogo numa mata nas margens da BR-277 (local onde existe uma chácara). Na ocasião, a equipe prestava apoio ao Conselho Tutelar no atendimento de outra ocorrência. 

No momento que os tiros foram disparados, vários veículos saíram do local, segundo a PM. A equipe de Rádio Patrulha conseguiu abordar dois carros, sendo uma caminhonete Ford Ranger e um Fiat Uno. Os ocupantes não portavam objetos ilícitos. No Fiat Uno foi localizado um carregador de pistola com 12 munições intactas de nove milímetros. Os dois condutores foram questionados sobre os disparos, mas relataram que não ouviram os tiros. Os policiais constataram que os dois motoristas apresentavam sinais de embriaguez, como hálito com odor etílico, dificuldade para falar e falta de equilíbrio. Um dos abordados relatou que a pistola estava em um cofre em sua residência. Os veículos foram liberados no local, pois a documentação de ambos está regular e os condutores são habilitados. 

Os dois homens foram conduzidos para a Delegacia de Teixeira Soares com apoio da PM de Teixeira Soares. Na Delegacia foi apresentada a documentação da pistola, munições e do carregador. Assim foi constatado que tudo estava dentro da legislação. Os condutores se recusaram a realizar o teste do bafômetro. Por isso, os policiais registraram o termo de constatação de sinais de alteração de capacidade psicomotora. 

Quer receber notícias locais?

Ainda em Fernandes Pinheiro, uma mulher sem habilitação foi abordada na Avenida Ivo Leão, na sede do município. Ela conduzia um veículo Voyage. Além disso, foi constatado que o carro estava com a característica alterada. Ele foi liberado para uma pessoa habilitada. 

Na localidade de Bituva dos Campinas, uma mulher e seus familiares foram ameaçados por alguns homens após pedir para que eles baixassem o volume do som e diminuíssem a algazarra em sua propriedade. Neste momento, os homens passaram a agir de forma agressiva. Eles pegaram ripas e investiram contra a moradora e seus familiares. Na sequência, eles deixaram o local em uma Parati. Os homens teriam dito que voltariam ao local armados e matariam todas as pessoas que moram na residência. Policiais realizaram patrulhamentos, mas não localizaram os autores das ameaças. 

Em Rebouças, um adolescente foi flagrado conduzindo uma motocicleta Sundown Max. Policiais realizavam patrulhamento na rua José Afonso Vieira Lopes quando avistaram um motociclista. Ele não acatou a ordem de parada e tentou fugir. O rapaz foi acompanhado por várias ruas da cidade até ser abordado na localidade de Sunira. Na ocasião, foi constatado que o condutor era um menor de idade. Já a moto possuía débitos. A equipe do Conselho Tutelar foi comunicada sobre o fato. O adolescente foi encaminhado para a Delegacia. A moto foi apreendida e encaminhada para a sede do 2º Pelotão. 

Na rua Adolfo Pereira Andrade, policiais constataram que estava ocorrendo uma festa com som alto perturbando o sossego de moradores. O proprietário da casa foi advertido e se comprometeu de desligar o som. 

Em outra ocorrência na mesma rua, a PM avistou uma aglomeração de pessoas. As pessoas que estavam no local colocaram um canhão de luzes coloridas na residência. Além disso, estavam com som alto, conforme os policiais. Uma moradora se apresentou como responsável pelo imóvel. Ela desacatou os policiais com xingamentos. Em virtude do fato, ela foi conduzida até a Delegacia.