notícias

Com proposta de gestão inovadora, Emiliano Gomes será o candidato do PSD na disputa à prefeitura de Irati

Ex-deputado estadual e ex-prefeito Felipe Lucas (Cidadania) foi escolhido como candidato a vice na chapa. Coligação majoritária terá os partidos PSD, PSC e Cidadania

Emiliano Gomes e Felipe Lucas participarão da disputa majoritária. Foto: Sidnei Jorge

A pré-candidatura a prefeito de Irati de Emiliano Rocha Gomes (PSD) foi aprovada na convenção do Partido Social Democrático (PSD), Partido Social Cristão (PSC) e Partido Cidadania realizada na terça-feira (15), na Peixaria Camilo.

A chapa majoritária ainda conta com o ex-deputado estadual e ex-prefeito, Felipe Lucas (Cidadania), que foi escolhido como vice. Para Emiliano, é uma honra o ter junto na chapa. “Foi deputado, foi prefeito, sabe muito bem os caminhos que dão certo e os caminhos que não dão certo. Isso numa gestão é extremamente fundamental porque como a gente traz e carrega uma bandeira de inovação e queremos fazer diferença na gestão com boas inovações e otimizar o tempo dos erros, o Doutor Felipe com certeza irá olhar e falar o caminho certo é aqui, o caminho certo não é aqui. Ter a oportunidade de estar ao lado da pessoa que fez o meu parto e hoje a gente caminhar de mãos dadas para mim é uma grande honra. É um momento único e com certeza nós faremos a mudança que Irati precisa”, relata Emiliano. 

A candidatura terá apoio do governador Ratinho Júnior (PSD), do secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), e do deputado estadual Hussein Bakri (PSD), líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná.

Na última eleição municipal, o ex-vereador Emiliano concorreu contra o atual prefeito Jorge Derbli. Após perder a disputa, ele chegou a integrar o governo municipal como secretário de Desenvolvimento Econômico de Irati, mas saiu no ano passado. Agora, ele deve disputar novamente uma eleição contra Jorge Derbli.

Segundo ele, a sua história ajudou a chegar onde está. “Eu não devo favor a ninguém, eu sou um homem de ficha limpa. Eu corro meu caminho sozinho. Quando eu vejo que as coisas não estão certas eu vou e saio. Então, eu não vejo nenhum empecilho nesse sentido. Eu tive uma baita experiência e a visão que me deu. O Jorge é uma pessoa boa, mas eu falo que o nosso modelo de gestão é um modelo diferente. É um modelo inovador. É um modelo criativo. É um modelo humano e é isso que estamos trazendo”, disse. 

Emiliano ainda defende mudanças pontuais na administração municipal. “Vamos sair de uma administração fechada para uma administração aberta, de uma administração fragmentada para uma administração integrada. Defendemos uma administração mais criativa mais conectada e é isso que nós estamos buscando com respeito as pessoas com olho no olho e fazendo as mudanças que Irati precisa”, afirma. 

Ele conta que a gestão inovadora é uma das principais características da sua proposta e dá como exemplo do que isso significa para Guarapuava que encontrou soluções simples. “Em Guarapuava para abrir uma empresa demorava muito tempo, assim como todas as cidades demoram. O que o Cesar [Cesar Silvestri Filho, prefeito de Guarapuava] fez? Ele fez um projeto chamado Inicia-se. Ele fez um coworking dentro da prefeitura, onde todas aquelas burocracias que precisava para abrir uma empresa ele integrou em um só local. Isso é inovação. Facilita para as pessoas. Coisas simples assim queremos adotar dentro da administração”. 

Emiliano foi vereador na legislatura 2013/2016. Nesse período foi presidente da Comissão de Finanças e Orçamento. Apesar de durante a convenção não comentar sobre projetos para o interior, Emiliano apontou que o planejamento é readequar e aumentar as equipes, melhorando o atendimento das estradas rurais. “Vai ser importante investimento maciço do governo em maquinário, mas acima de tudo, a minha visão é readequar uma nova equipe no pátio. A equipe que está lá é extremamente qualificada, mas trazer uma nova equipe para desenvolver um maior serviço com maior qualidade até porque as estradas são muito grandes tem as primárias, secundárias, estradas de roças, vai ser um trabalho muito árduo para arrumar, mas é possível. Dentro do nosso plano de governo já consta lá um projeto que a gente vai readequar o trajeto tanto da equipe emergencial como a principal que vai tomar conta do serviço para o interior”, disse. 

Durante a convenção foram apresentados os nomes dos pré-candidatos a vereador do PSD e do PSC. Confira os postulantes a uma cadeira no legislativo do PSD: Alcides Cezar Pinto, Amauri de Andrade, Cirlei Terezinha Homann, Ivonei Schultz, Janaína Gicelli Ferreira Ceccon, Leomar Jacumasso, Marcos Leandro Matozo, Márcio José Fernandes, Maria Inêz Kozlik Robaszkievicz, Maria Vicente Correia dos Santos, Nivaldo Bartoski, Rubia Olijnyk Zarpelon, Sidinei Roberto Pereira Marques e Valdomiro dos Reis. Já os pré-candidatos do PSC são: Teresinha Miranda Veres, Flávia Salateski, Daiana Aparecida Viante, Celson Caetano, Luzia Henich, Lauro Lachouski, Simone de Oliveira, Luiz Roberto Coutinho, Eduardo Glinski, Marcelo Duda, Armando Teixeira, Estanislau Fillus, Mário Luiz Cordeiro, Flávio Gomes de Oliveira Neto e Danilo P. de Lima. Já o Cidadania decidiu não lançar candidato na disputa proporcional. 

Texto de Karin Franco, com reportagem de Sidnei Jorge

Candidatos a prefeito e vice ao lado dos pré-candidatos a vereador do PSD e PSC. Foto: Sidnei Jorge

Convenção dos partidos PSC, PSD e Cidadania foi realizada na terça-feira (15) na Peixaria Camilo. Foto: Sidnei Jorge