notícias

Centro-Sul fecha junho com saldo negativo de empregos

Dos dez municípios da Amcespar, apenas quatro conseguiram gerar mais empregos formais do que demissões. Cenário é melhor do que em maio
Número de contratações e demissões nos dez municípios da Amcespar nos seis primeiros meses do ano. Foto: Arte Diego Gauron
A região Centro-Sul teve mais demissões do que contratações no mês de junho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados semana passada. Das dez cidades que integram a Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná (Amcepar), apenas quatro tiveram saldos positivos, ou seja, mais contratações do que demissões.

Em Irati, as contratações em junho aumentaram em comparação à maio, mas ainda não foram suficientes para reverter o saldo negativo final.

O município de Irati conseguiu gerar 175 contratações formais, mais do que em maio, quando houve o registro de 154 contratações. Contudo, o número não foi suficiente para reverter o saldo negativo de junho, que continuou registrando mais demissões do que contratações.

No último mês, o município teve 212 demissões, que geraram um saldo negativo de 37. Apesar disso, o cenário é melhor do que o mês passado, que registrou o maior número de demissões no 1º semestre, com 624 demissões e um saldo negativo de 470. O mês de fevereiro continua sendo o mais positivo, com 570 contratações e 342 demissões.
Os municípios de Guamiranga, Imbituva, Mallet e Teixeira Soares foram os únicos que registraram saldos positivos no mês de junho. Nos demais municípios da Amcespar houve mais demissões do que contratações.

Imbituva é o município com maior saldo positivo em junho. Foram 205 contratações e 135 demissões, com um saldo positivo de 70. Em seguida está Mallet com 52 admissões e 32 demissões. Guamiranga registrou 11 contratações e 6 demissões.

Em Teixeira Soares o resultado foi nulo, já que mesmo com 15 contrações, houve 15 demissões.
Nos demais municípios, o maior saldo negativo é de Prudentópolis, com 119 admissões e 160 demissões. Em seguida, está Irati com saldo negativo de 37.

1º semestre com saldo negativo
O saldo geral do primeiro semestre na região fechou negativo, com mais demissões do que admissões. Ao todo, os dez municípios da Amcespar geraram 5.774 admissões contra 5.957 demissões, tendo um saldo negativo de 183. Somente Imbituva, Inácio Martins, Rio Azul e Teixeira Soares fecharam o semestre com saldo positivo.

Os dados também mostram que os meses de janeiro e fevereiro, antes da decretação de pandemia do coronavírus, registraram os maiores saldos positivos para grande parte dos municípios da região. Os únicos que fogem à regra são Mallet e Teixeira Soares que conseguiram registrar os maiores saldos positivos nos meses de maio e junho, respectivamente. Em Mallet, o saldo positivo foi de 20. Em Teixeira Soares, maio registrou 37 contratações e apenas oito demissões.

Já abril foi o pior mês para a maioria dos municípios. Guamiranga, Imbituva, Inácio Martins, Mallet, Prudentópolis, Rebouças e Teixeira Soares registram seus maiores saldos negativos neste mês.

Para Irati e Rio Azul, maio foi o mês com maior saldo negativo. Apenas Fernandes Pinheiro teve seu pior saldo negativo em março, quando começou a pandemia.
Região apresentou saldo negativo de 28 vagas no mês de junho. Arte: Lenon Diego Gauron
Número de contratações e demissões em Fernandes Pinheiro no 1º semestre. Arte: Lenon Diego Gauron
Em Guamiranga, número de contratações e demissões se manteve estável nos seis primeiros meses do ano. Arte: Lenon Diego Gauron 
Imbituva foi o município da região com o maior saldo positivo de admissões. Arte: Lenon Diego Gauron
Inácio Martins também teve mais contratações do que demissões no 1º semestre. Arte: Lenon Diego Gauron
Irati teve o maior saldo negativo de vagas no mercado de trabalho. Arte: Lenon Diego Gauron
Mallet teve três meses com saldo positivo e três meses com mais demissões do que contratações. Arte: Lenon Diego Gauron
Dados de contratações e demissões em Prudentópolis. Arte: Lenon Diego Gauron
Rebouças manteve a tendência da região com saldo negativo de empregos. Arte: Lenon Diego Gauron
Rio Azul foi um dos quatro municípios da região com saldo positivo de vagas. Arte: Lenon Diego Gauron
Teixeira Soares também registrou mais contratações do que demissões. Arte: Lenon Diego Gauron