notícias

Irati tem curso de preparação para ciclistas

Após perder o emprego devido à pandemia do coronavírus, professor de educação física teve a iniciativa de promover curso para incentivar a prática do esporte em Irati
Eduardo Teixeira
Lenon Diego Gauron

O Professor de educação física Eduardo Teixeira, falou com a Najuá na programação do Show de Bola, sobre o objetivo do curso que ele promove para incentivar e auxiliar a prática do ciclismo em Irati. “Dentro do SESI eu desenvolvi um projeto que era um incentivo do uso da bicicleta pelas empresas e os trabalhadores. E eu acho que a gente pode difundir melhor essa ideia que, apesar do relevo da nossa cidade, é uma cidade que pedala. Então eu acho que devemos fomentar essa ideia, pois todos ganham”, avalia Eduardo, que tomou pé firme na ideia depois de ter perdido o emprego por conta da pandemia do coronavírus..

A direção defensiva é uma das modalidades que os alunos aprendem no curso. Eduardo conta sobre os sustos que já levou no trânsito enquanto pedalava e dá dicas para quem pretende começar neste esporte. “Ano passado eu fui atropelado na rotatória em frente ao SENAC. Eu já estava contornando a rotatória, o taxista veio, me atingiu e saiu sem prestar socorro. Ele parou para frente somente para ver se tinha estragado o carro. Graças a Deus não me machuquei, mas fica o alerta tanto para os motoristas como aos ciclistas a questão das rotatórias”, orienta.


A escolha do tamanho ideal da bicicleta em relação ao tamanho do corpo do ciclista, precisa ser considerada na hora da compra. “É preciso levar em consideração a altura do ciclista em relação ao tamanho do quadro da bicicleta. Cada bicicleta tem a sua característica, desde o tamanho, o material que é fabricado. A pessoa quando vai comprar a bicicleta tem que falar ao vendedor se objetivo dela é fazer passeios urbanos, trilhas ou estrada. Então de acordo com objetivo e a altura da pessoa, o vendedor vai indicar qual o melhor quadro para ela”, descreveu.

O professor conta que com a pandemia as pessoas estão preferindo a bicicleta como esporte e para locomoção. “O uso da bicicleta aumentou muito. Eu fui uma das pessoas que acabou perdendo o emprego devido à pandemia e eu tive a ideia de dar essas aulas no período da noite. O objetivo principal dessas aulas é orientar as pessoas em relação ao uso da bicicleta, desde os acessórios, a postura, a altura do banco, os cuidados em relação ao transito e muito mais”.
“O meu objetivo é auxiliar as pessoas a entender o que é ser um ciclista; pensar como um ciclista propriamente dito”.
As aulas funcionam em duas turmas durante a semana, sendo uma segunda e quarta-feira e a outra na terça e na quinta-feira a partir das 18h45. Interessados em participar podem entrar em contato com o professor Eduardo através do (42) 9.9924-3314.