notícias

Irati registra 8ª morte pelo novo coronavírus

Homem, de 61 anos, estava internado no hospital Erasto Gaertner, em Curitiba. Cinco homens e três mulheres que residiam em Irati já morreram em virtude da doença
Paciente iratiense que faleceu estava internado no hospital Erasto Gaertner. Foto: Portal Bem Paraná/Arquivo
Mais um iratiense morreu por complicações causadas pelo vírus SARS-CoV-2 (Covid-19). O homem, de 61 anos, estava internado no hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, onde realizava tratamento de câncer. Segundo informações do Departamento de Vigilância Epidemiológica, ele havia sido diagnosticado com a infecção no mês de julho na Santa Casa de Irati. O paciente chegou a receber alta. Porém, acabou falecendo nesta quinta-feira, 27, com sequelas do novo coronavírus.

“Irati confirma na tarde de hoje, 27, o oitavo caso de óbito em decorrência de sequelas da Covid. Trata-se de um homem, de 61 anos, que estava internado no hospital Erasto Gaertner. Externamos nossos sinceros sentimentos a família enlutada e reforçamos a população os cuidados com higiene, uso de máscaras e que evitem aglomeração e reuniões familiares nesse período de pandemia”, relata a enfermeira Jéssica Cristina Mattos, que atua no Departamento de Vigilância Epidemiológica.

Esse foi o oitavo morador de Irati que morreu em virtude da doença. As vítimas foram cinco homens, de 31, 51, 61, 73 e 81 anos, e três mulheres, de 47, 75 e 84 anos, respectivamente. Até agora, a cidade já registrou 258 casos de Covid-19. Nesta quinta-feira, 27, foram diagnosticados mais quatro moradores com a infecção, sendo uma criança entre 0 e 5 anos, uma pessoa entre 30 e 39 anos, um iratiense entre 40 e 49 anos e um munícipe entre 60 e 69 anos. Uma mulher, de 69 anos, está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital de Laranjeiras do Sul. 234 pessoas já se recuperaram da doença. Dezesseis moradores permanecem em isolamento domiciliar e 66 aguardam resultado do teste laboratorial.


A faixa etária com maior quantidade de casos continua sendo entre 30 a 39 anos com 64 registros. Com 61 diagnósticos positivos aparece a faixa etária entre 40 e 49 anos. Trinta e três casos foram confirmados entre 20 e 29 anos. Vinte e cinco pessoas foram infectadas entre 50 e 59 anos. Mais 21 pessoas foram contaminadas entre 60 e 69 anos. Dezessete casos foram contabilizados entre 10 e 19 anos. Treze pessoas entre 70 e 79 anos foram diagnosticadas com a infecção. Doze casos foram registrados em crianças entre 0 e 5 anos. Mais nove crianças foram infectadas entre 6 e 9 anos. Três idosos acima de 80 anos contraíram a doença. Do total de casos confirmados, 56,98% foram diagnosticados em mulheres e 43,02% em homens.